Doenças da begônia-asa-de-anjo

Escrito por tara cantore | Traduzido por carlos cassimiro
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Doenças da begônia-asa-de-anjo
Aprenda a prevenir doenças em begônias (Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images)

A planta caseira perene conhecida como begônia têm folhas e flores coloridas e pode ser facilmente cultivada a partir de hastes ou de sementes. Elas costumam ficar em cestas de flores em área externa. Tal como acontece com outras plantas, bactérias, fungos e insetos atacam begônias. Os proprietários devem fazer a vistoria regular das folhas e caule da planta, bem como manter a qualidade do solo para evitar o crescimento de insetos e fungos.

Outras pessoas estão lendo

Bactérias

A mancha xanthomas nas folhas, provocada pela bactéria Anthomonas campestris, afeta as begônias em geral. Esse tipo de bactéria causa a podridão negra. Sinais visíveis de seu ataque incluem murchamento permanente das plantas e necrose. A clorose também afeta as folhas, e os tecidos vasculares das plantas escurecem. Separar as begônias saudáveis ​​das contaminadas atenua a proliferação das bactérias. Destruir begônias que apresentam a mancha xanthomonas, controlar a irrigação e aumentar a aplicação de fertilizantes também ajudam a reduzir a propagação da doença.

Fungo

O fungo Botrytis cinerea causa a praga Botrytis entre as plantas. Também chamado de mofo cinzento, esse fungo parasita afeta begônias que, muitas vezes, sofrem a queima das folhas e podridão das flores. As folhas inferiores em contato com o substrato mostram primeiro os sinais visíveis de infecção. Durante os meses com temperatura fria a noite e dias quentes, o fungo se espalha rapidamente, transformando folhas de marrons a pretas. Áreas com altos níveis de umidade também ajudam a transmitir a doença. O controle dessas pragas envolve a pulverização de fungicidas e redução da umidade durante os meses de inverno. O fungo Myrothecium roriduma também tem efeitos e método de prevenção similares.

Insetos

Tal como acontece com outras plantas, uma variedade de insetos atacam as begônias. Os pulgões escavam sobre as raízes e distorcem o crescimento de novas plantas. Lagartas e caracóis mastigam as folhas, e as larvas de mosquito se alimentam das raízes, caules e folhas próximas ao solo. Outros insetos, como a cochonilha, desenvolvem bolor em torno da planta que fazem com que ela murche e morra, enquanto moscas adultas ajudam na disseminação de agentes patogênicos que produzem manchas nas flores reduzindo assim o seu valor comercial. O controle dessas pragas envolve pesquisa sobre o tipo de insetos que afetam a planta, para encontrar a solução correta de agrotóxicos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível