Saúde

Doenças encontradas com a linfadenite

Escrito por karyn maier | Traduzido por ana rodrigues
Doenças encontradas com a linfadenite

Inúmeras doenças causam linfadenite ou o alargamento de glândulas linfáticas

sick woman image by forca from Fotolia.com

A linfadenite é o termo médico usado para descrever um linfonodo inflamado. Uma vez que qualquer um dos 600 linfonodos no corpo humano podem tornar-se ampliados devido à doença, o diagnóstico envolve fazer uma distinção entre linfadenite localizada, causada por uma infecção específica local, e linfadenite generalizada, provocada por uma infecção que afeta o corpo inteiro. Isso ocorre porque existem inúmeras doenças infecciosas, autoimunes e malignos encontradas com a linfadenite.

Outras pessoas estão lendo

Infecções

Várias infecções bacterianas e virais produzem o aumento dos gânglios linfáticos no local da infecção. Uma das causas mais comuns de linfonodos cervicais aumentados no pescoço é a faringite estreptocócica causada por uma invasão de bactérias estreptocócicas. A mononucleose infecciosa, também conhecida como "doença do beijo", também afeta os gânglios linfáticos do pescoço. Infecções de feridas também podem causar linfadenite localizadas, como a Bartonella, mais comumente conhecida como a doença da arranhadura do gato. Uma infecção dentária, ou abscesso, frequentemente resulta em aumento dos gânglios linfáticos perto do local da infecção.

Toxoplasmose

Essa é uma doença parasitária que produz linfadenite generalizada devido à exposição ao Toxoplasma gondii. Enquanto esse parasita infecta diversos animais, incluindo os seres humanos, tem como alvo principal os felinos. É por isso que essa doença é comumente associada ao contato com as fezes de um gato doméstico infectado durante a limpeza de caixas de areia. No entanto, comer carne infectada é o modo mais comum de transmissão da doença.

Cânceres

Vários linfomas têm origem no sistema linfático e se espalham para vários gânglios linfáticos, incluindo a doença de Hodgkin e a leucemia de células pilosas. No entanto, também é possível que outros tipos de cânceres sofram metástase e se espalhem para os nódulos linfáticos em qualquer parte do corpo.

Doenças autoimunes

Numerosas doenças que comprometem a função imunológica são conhecidas por causar linfadenite, incluindo a artrite reumatoide, o lúpus, a sarcoidose, o vírus da imunodeficiência humana (HIV) e a síndrome de imunodeficiência adquirida (AIDS).

Tuberculose

A tuberculose é uma doença infecciosa causada pela Mycobacterium tuberculosis. Embora essa doença atinja inicialmente os pulmões, ela frequentemente se espalha através da invasão de outras áreas do corpo, incluindo os gânglios linfáticos do pescoço e no peito. Isso acontece quando a bactéria invasora invade células imunes dos pulmões especializadas, chamadas células dendríticas, que viajam para outras partes do corpo, para interagir com outras células do sistema imunológico. O resultado é a formação de nódulos chamados granulomas.

Doenças contraídas pela poeira orgânica

Também conhecida como doenças pulmonares ocupacionais, esses transtornos são exemplos de doenças encontradas com linfadenite em que o primeiro impacto ocorre nos pulmões e depois se espalha para os gânglios linfáticos do peito. Como a tuberculose, a doença contraída pela exposição à poeira orgânica é caracterizada pela formação de granulomas no tecido pulmonar. No entanto, o desenvolvimento de granulomas é causado pela inalação prolongada ou crônica de pós orgânicos, em vez de uma doença infecciosa. Exemplos de doenças orgânicas incluem poeira silicose e berílio.

Não deixe de ver

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media