Doenças nos olhos de aves

Escrito por melissa langley biegert | Traduzido por gilber de oliveira sousa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Doenças nos olhos de aves
Doençãs oculares dos passaros podem ser passadas aos seres humanos (Ave rara image by Omega3.0 from Fotolia.com)

Existem vários tipos diferentes de doenças nos olhos que podem afetar as aves. Alguns são bastante problemáticos e podem até mesmo serem fatais. Alguns tipos raros, mas graves, de doenças oculares de aves pode ser transmitida aos seres humanos.

Outras pessoas estão lendo

Tipos

Como todos os animais que podem ver, as aves são suscetíveis a uma variedade de condições que podem afetar a saúde de seus olhos. Duas das mais graves doenças oculares aviárias infecciosas são a conjuntivite micoplasma e a psitacose (SIH-tuh-KAW-suhs). Os cientistas descobriram tipos de conjuntivite por micoplasma em vários tipos de aves, mas desde 1994 a doença se espalhou rapidamente entre os tentilhões comuns, passando a ser chamada de "doença dos tendilhões." Psitacose é assim chamada porque é uma condição comum entre aves domésticas, tais como papagaios (da família psitacídeos) e perus. Algumas pessoas se referem a psitacose como "febre do papagaio."

Sintomas

Os sintomas de ambas as doenças se iniciam bem como infecções oculares em humanos. A doença dos tendilhões começa como uma infecção causada pela bactéria Mycoplasma gallisepticum. Os olhos das aves afetadas podem apresentar inchaço, vermelhidão e lacrimação. Em alguns casos, os olhos podem inchar e ficarem completamente fechados. A psitacose, causada por uma bactéria chamada Chlamydophila psittaci, afeta o sistema digestivo, assim como os olhos. Além de secreção ocular, os sintomas podem incluir falta de apetite e diarreia.

Importancia

Ambas as condições podem ser fatais para as aves. Vítimas da doença dos tendilhões podem se tornar cegas, tornando-as vulneráveis ​​a predadores e incapazes de se alimentar. Essas aves geralmente morrem rapidamente, depois de perder a visão. A rápida propagação da doença ameaça o equilíbrio das populações de aves em algumas áreas. A psitacose também pode levar à cegueira e morte.

Perigo aos humanos

A conjuntivite Micoplasmática representa pouca ameaça aos seres humanos. Já Psitacose, no entanto, pode afetar facilmente os seres humanos, geralmente através do contato com aves infectadas ou seus excrementos. Aqueles que têm contato freqüente com aves domésticas, tais como pessoas que trabalhao em pet shops, veterinários ou proprietários de pássaros, são mais suscetíveis. Nos seres humanos, a doença se manifesta com sintomas semelhantes aos da gripe. Se deixada sem tratamento, no entanto, pode ser fatal. Desde 1996, cerca de 50 norte-americanos por ano ter contraído psitacose. A maioria recebeu um tratamento bem sucedido com antibióticos.

Prevensão/Solução

A melhor maneira de limitar a propagação dessas infecções oculares é através do cuidado e prevenção. Os cidadãos podem avisar as autoridades sobre aves selvagens suspeitas de transportar qualquer doença para a autoridade competente de sua região, que pode rastrear as doenças de aves para fazer pesquisas e prevenção. Ao encontrar uma ave que possivelmente morreu por causa da doença, os humanos devem evitar o contato direto com o corpo. Os proprietários devem manter as gaiolas limpas e evitar o acúmulo de excrementos dos pássaros. Um veterinário deve examinar imediatamente qualquer ave que esteja apresentando sintomas da psitacose. Os humanos suspeitos de infecção também devem procurar tratamento imediato.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível