Doenças dos ossos do peito em crianças

Escrito por tiffany fowlkes | Traduzido por giovana moretti
Doenças dos ossos do peito em crianças

É necessário fazer exames dos pulmões e coração quando há uma doença dos ossos do peito

Keith Brofsky/Photodisc/Getty Images

As doenças dos ossos do peito ocorrem quando um crescimento anormal da cartilagem e dos ossos se desenvolve na parede anterior do peito. Em crianças, ocorrem em dois tipos específicos: peito escavado, também conhecido como pectus excavatum, e peito de pombo, também conhecido como pectus carinatum.

Outras pessoas estão lendo

Causas

De acordo com o Children's Hospital Boston, a causa da doença dos ossos do peito pediátrica é incerta. Ambos os tipos de doenças ocorrem sucessivamente em famílias, levando os médicos a acreditarem que a genética pode desempenhar um papel no desenvolvimento das deformidades. Porém, segundo o Dr. Marlos Coelho, "o Pectus Carinatum Clássico é menos frequentemente percebido no nascimento que o Pectus Excavatum, motivo pelo qual acredita-se que a sua ocorrência seja mais adquirida que congênita".

Sintomas

Os sintomas do peito escavado em crianças pequenas podem incluir uma depressão assimétrica oca no peito, profunda e estreita ou larga e rasa; resfriados prolongados ou crônicos frequentes que se transformam em pneumonia; e dificuldade em respirar. Crianças mais velhas com peito escavado podem mostrar sintomas de dores no peito; dificuldade para respirar provocada por esforço ou exercício; infecções respiratórias frequentes e ausência da curva na parte superior das costas; um peito fino e largo, ombros em forma de gancho e uma curvatura lateral da coluna vertebral. Os sintomas do peito de pombo incluem dor intermitente e maciez na região da cartilagem crescida, com dificuldades para se exercitar e/ou brincar.

Diagnóstico

Seu pediatra pode diagnosticar a doença ao observar seu filho quando ele inala, exala e descansa. O pediatra também pode calcular a profundidade do peito da frente para trás usando raios-X. Medidas menores que as comuns distinguem o peito de funil, enquanto as maiores que a média distinguem deformidades do peito de pombo. O coração do seu filho pode ser examinado para determinar se ele aumentou ou saiu do lugar por conta da deformidade. O pediatra também pode realizar um teste de capacidade pulmonar em caso de pulmões de tamanhos diferentes.

Tratamento

Casos moderados a severos de peito escavado podem ser tratados com cirurgia entre as idades de cinco a 10 anos, mas nunca antes dos dois anos de idade. Os melhores resultados cirúrgicos são obtidos quando os procedimentos corretivos são realizados antes da adolescência. O Hospital Infantil de Boston afirma que há uma taxa de 90 a 95% de sucesso no tratamento de crianças que fazem a cirurgia para correção do peito escavado. A cirurgia para casos moderados a severos de peito de pombo também pode ser necessária para restaurar o contorno normal do peito. A perspectiva para crianças que passam pela cirurgia é excelente, com resultados de correção ótimos.

Considerações

O Hospital Infantil de Boston afirma que uma média de uma a cada 300 crianças tem peito escavado, e o peito de pombo é tão comum quanto 1/3 dos casos do peito escavado. O peito de pombo é mais comum em meninos, com pelo menos três a cada quatro casos ocorrendo em meninos.

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media