O ecossistema da Floresta Amazônica

Escrito por chris dinesen rogers | Traduzido por alexandre girardi
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O ecossistema da Floresta Amazônica
A Floresta Amazônica é um dos ecossistemas mais diversos do mundo (waterfalls, queensland image by maya from Fotolia.com)

A Amazônia é o maior ecossistema de floresta contínua do mundo. Este ecossistema inclui a bacia hidrográfica do Rio Amazonas. O rio em si tem quase 7.000 quilômetros e está no centro do funcionamento deste ecossistema. A superfície territorial tem o tamanho aproximado do menor estado dos Estados Unidos da América. Pouca mudança climática ocorre durante o ano. A temperatura média é de 25,5 °C, com chuvas torrenciais ocorrendo durante todo o ano. Estas condições climáticas têm um impacto direto sobre o ecossistema.

Outras pessoas estão lendo

Significância

A terra, o rio e seu clima contribuem para a vasta biodiversidade da Floresta Amazônica. Um estudo de 2005 publicado no jornal Conservation Biology estimou que o Brasil, que possui mais da metade de toda a floresta, tem mais de 170 mil espécies diferentes de organismos conhecidos. De acordo com a Nature Conservancy, 500 metros de floresta podem conter mais de 400 espécies de pássaros. O calor, o clima úmido criam as condições ideias para plantas crescerem.

Estrutura

A Amazônia, como outras florestas, tem uma estrutura ecológica única que influencia as interações e relações que ocorrem dentro do ecossistema. É composto por cinco estratos ou camadas, cada qual com sua vida vegetal única. Portanto, cada estrato contém sua vida selvagem. Os dois estratos superiores consistem de árvores que formam a cobertura florestal densa acima, sombreando a terceira camada de árvores menores. O quarto estrato inclui arbustos tolerantes à sombra, enquanto que o último estrato, o mais baixo, consiste de plantas herbáceas curtas. Pássaros e morcegos são encontrados nas camadas superiores. Insetos habitam os estratos mais inferiores, com grandes mamíferos encontrados ao nível do solo.

A vida das plantas

A vegetação da Floresta Amazônica demonstra sua diversidade e adaptabilidade. A estrutura da floresta permite que as plantas encontrem seu próprio nicho ecológico único. A Nature Conservancy relatou que 500 metros de área contêm mais de 1500 espécies de plantas com flores e mais de 750 espécies de árvores. Infelizmente, enquanto estes números possam soar como algo significativo, eles representam apenas uma fração do seu verdadeiro quadro. Apenas uma pequena porcentagem das plantas da Amazônia tem sido documentada ou estudada pelo seu potencial valor medicinal. Muito da ecologia deste ecossistema permanece desconhecido.

Vida selvagem

Como a vegetação, os pássaros e morcegos da Amazônia se adaptaram a uma variedade de nichos e recursos alimentares disponíveis. Um estudo de 2005, também publicado na Conservation Biology, relatou que a Floresta Amazônica tem mais de 1200 espécies de pássaros. A diversidade é também evidente em outros animais selvagens, com uma estimativa de 427 espécies de mamíferos, 378 répteis e 427 anfíbios.

Ameaças

Apesar do seu vasto tamanho, o ecossistema da Amazônia enfrenta pressões ambientais que ameaçam sua existência. Uma das ameaças primárias é o desmatamento. Desde 1970, mais de 320 mil metros quadrados da floresta se perdeu devido ao desmatamento, de acordo com o Monga Bay. O solo da floresta está pobre, ausente de fertilidade. A maioria dos nutrientes está abaixo da camada onde a vegetação se desenvolve. Devido à ecologia do ecossistema, a recuperação é difícil, se não impossível.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível