Mais
×

Efeito Florence NIghtingale

O "efeito Florence Nightingale" acontece quando um médico, enfermeira ou outro cuidador se envolve emocionalmente com seu paciente. O nome vem de Florence Nightingale, uma pioneira no campo da enfermagem na segunda metade do século 19.

O "efeito Florence Nightingale" acontece quando um médico, enfermeira ou outro cuidador se envolve emocionalmente com seu paciente (Logo paramédical image by YvesBonnet from Fotolia.com)

Identificação

Um sentimento parecido com paixão, amor ou atração sexual surge por parte do cuidador em relação ao paciente, mesmo se muito pouca comunicação ou contato acontecerem fora do cuidado básico. Os sentimentos podem desaparecer quando o paciente se recupera.

Efeito vs. Síndrome

O efeito Florence Nightingale e a síndrome geralmente são considerados a mesma coisa. Mas a síndrome também envolve fadiga crônica, conforme a sofrida pela própria Florence. Alguns consideram que ela foi o primeiro caso conhecido de síndrome de fadiga crônica.

Efeitos

O efeito Florence Nightingale não é reconhecido com uma condição médica e sim como um nome popular dado a uma situação. Não é considerado ético que um médico ou profissional de saúde se envolva com um paciente e fazer isso pode resultar na demissão do cuidador.

Por trás do nome

O efeito tem o nome de Florence Nightingale devido à sua paixão por cuidar de pessoas. Ela era conhecida como "a dama do lampião", pois visitava os pacientes até mesmo durante à noite (algo que não era feito antes). Seus cuidados mudaram para sempre a forma que os hospitais tratam os pacientes.

Curiosidade

Não há registro de Florence Nightingale ter se apaixonado por um paciente. Na verdade, apesar de ter havido alguns pedidos, ela nunca se casou por medo de isso interferir em seu chamado para a enfermagem.

Equívocos

Muitos entendem o efeito de forma contrária e errada, como se o paciente se apaixonasse pelos cuidados e não o oposto.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article