Efeitos de banheiras de hidromassagem nos fetos

Escrito por stephanie daniels | Traduzido por débora sousa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Efeitos de banheiras de hidromassagem nos fetos
Aprenda os perigos que as banheiras de hidromassagem oferecem ao feto (Pixland/Pixland/Getty Images)

As mulheres grávidas costumam usar inadequadamente as banheiras de hidromassagem durante a gravidez. Elas podem pensar que usar essas banheiras elimina ou alivia a dor nas costas ou o inchaço nos pés. Embora a gestante sofra menos dos problemas normais da gravidez, o feto pode ser exposto a potenciais perigos do calor excessivo em banheiras de hidromassagem.

Outras pessoas estão lendo

Causa do perigo

A alta temperatura da água em banheiras de hidromassagem é o que faz com que ela seja perigosa para os fetos. A diferença entre as banheiras de hidromassagem e as banheiras normais reside no fato de que as primeiras são mais profundas e a água circunda o útero e a barriga da mulher grávida. Submergir o feto em água quente pode ser perigoso para o bebê em desenvolvimento.

Efeitos

Já foram relatados casos de malformações congênitas e abortos causados pelo uso de banheiras de hidromassagem por mulheres grávidas. Vários estudos realizados e relatados por sites como o Hot Tubs, Home Spas e Extreme Hot Tubs indicam que as mulheres que usam banheiras de hidromassagem em qualquer momento da gravidez estão mais propensas a sofrer abortos espontâneos do que aquelas que não usam.

Relatórios de estudos

O "American Journal of Epidemiology" relatou em uma pesquisa com mais de mil mulheres na área de São Francisco, entre 1996 e 1998, que as mulheres que usam banheiras de hidromassagem durante a gravidez tinham quase três vezes mais chances de sofrerem aborto espontâneo do que as mulheres que evitaram o uso durante gravidez. A taxa de aborto entre as mulheres da área de São Francisco foi ainda maior para as mulheres que relataram um uso regular semanal de uma banheira de hidromassagem durante o seu período de gravidez.

Prevenção e solução

As mulheres grávidas devem evitar o uso de banheiras de hidromassagem durante a gravidez. As gestantes que insistem em mergulhar na banheira devem se lembrar de limitar a exposição a não mais de 15 minutos por vez e evitar temperaturas que excedam 38 ºC. Limitar o uso é benéfico, mas não é uma garantia de que evitará um aborto espontâneo ou doenças congênitas no feto.

Oposição

Nem todas as mulheres que usaram a banheira de água quente durante a gestação sofreram um aborto espontâneo ou tiveram um filho nascido com defeitos congênitos. Se for bem monitorado e mantido a uma temperatura mais baixa, o uso da banheira de hidromassagem pode ser inofensivo durante a gravidez. Algumas mulheres também relataram uso frequente da banheira durante os últimos e mais desconfortáveis ​​meses da gravidez sem complicações. Além disso, elas relataram usar uma temperaturas de 38 ºC ou menos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível