Os efeitos das bitucas de cigarro em plantas de alecrim

Escrito por bonnie grant | Traduzido por luciana ferraz
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os efeitos das bitucas de cigarro em plantas de alecrim
A nicotina tem meia vida e meio dia no solo (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Todos sabemos dos efeitos negativos que o fumo causa no corpo humano. O principal ingrediente ativo do cigarro é a nicotina, que eleva os batimentos cardíacos e oferece diversos outros riscos à saúde. Os carcinógenos da fumaça contribuem para um aumento do risco de câncer. A fumaça também limita a respiração livre e pode obstruir as veias pulmonares e a aorta. Os efeitos nas plantas, como no alecrim, são menos claros pois a nicotina é um componente presente em muitos inseticidas e sua planta é usada como acompanhante em muitas plantações.

Outras pessoas estão lendo

A erva

A nicotina é uma substância química encontrada naturalmente nas folhas do tabaco. Ela abrange de 0,3% a 0,5% do peso das folhas de tabaco secas. Ela é produzida nas raízes e transferida para as folhas. É uma neurotoxina que pode ser mortal para mamíferos se ingerida, e age como estimulante em pequenas quantidades. As folhas são curadas e secas para o uso em cigarros, para serem mastigadas ou transformadas em rapé. É a maior plantação não comestível do mundo.

A nicotina e o meio ambiente

A nicotina é um metabólico secundário, o que significa que não tem função primária no metabolismo da planta. Ela tem um papel ecológico como componente de defesa contra pestes e tem a habilidade de se acumular em alguns graus nos metabólitos iniciais. Os metabólitos secundários não são muito disponíveis mas também não se acumulam com o tempo. No entanto, a nicotina tem meia vida de apenas meio dia no solo, o que não é um período convincentemente longo para acúmulo tóxico. Na água, ela persiste por três dias, e estudos mostraram que ela não tem efeitos negativos na vida marinha.

O filtro

O filtro pode ser considerado o maior problema com relação às bitucas de cigarro no solo e próximas a plantas. Ele é feito de acetato de celulose, um tipo de plástico que não se degrada bem. O propósito do filtro é prender as impurezas e algumas das toxinas que são resultado do fumo, resultando em um acúmulo destas toxinas, que podem ser levadas ao solo. Estas toxinas podem incluir, mas não se limitam a, formaldeído, mentol, preservativos e qualquer combinação de 1.400 outros aditivos potenciais, alguns do quais são orgânicos e outros inorgânicos. Pode levar até 15 anos para que uma bituca se desintegre, e estará expelindo estes químicos no solo durante este período.

Efeitos benéficos da nicotina nas plantas

A nicotina tem sido usada como inseticida desde os anos 1600. A substância é tanto um repelente como uma toxina para algumas pequenas formas de vida. Ela é compatível com outros inseticidas e fungicidas e tem baixo efeito em insetos benéficos, É primeiramente usada na sucção de insetos que afetam plantações. A nicotina é comercializada como alcaloide e sulfato. A alcaloide é um fumigante, e o sulfato é líquido. A maior parte da nicotina processada para este uso é produzida em outros países, especialmente na índia.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível