Efeitos colaterais do guggul e das guggulsteronas

Escrito por chris daniels | Traduzido por luiz henrique amaral alves
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Efeitos colaterais do guggul e das guggulsteronas
Guggul deve ser tomado com cuidado devido aos seus possíveis efeitos colaterais (Jupiterimages/Polka Dot/Getty Images)

A resina amarelada extraída da planta guggul contém substâncias chamadas guggulsteronas e possivelmente outras. Estudos em laboratório demonstraram que as guggulsteronas podem mudar o metabolismo do colesterol pelo fígado. Elas podem também aumentar a produção de hormônios da tireoide e são comumente incluídas em suplementos para perda de peso. Produtos contendo os extratos de guggul devem ser usados com cuidado devido ao seu risco de efeitos colaterais.

Sobre o guggul

Por milhares de anos, a resina do guggul tem sido utilizada na medicina tradicional para tratar reumatismos, artrites, doenças neurológicas, hemorroidas, distúrbios urinários e doenças de pele. A medicina moderna descobriu evidências de que a guggulsterona pode atuar no fígado, corrigindo distúrbios do metabolismo dos lipídios como o colesterol alto. Através de um mecanismo ainda desconhecido, as guggulsteronas também aumentam a capacidade de produção hormonal pela glândula tireoide, aumentando o uso de energia pelo corpo.

Interações medicamentosas

O extrato de guggul não deve ser tomado junto com varfarina, aspirina, anti-inflamatórios não-esteroides ou outras drogas que inibam a coagulação sanguínea. O extrato de guggul pode aumentar o risco de sangramentos involuntários quando tomado com esses remédios. Ele pode interagir com hormônios sintéticos da tireoide ou outros medicamentos usados para tratar de distúrbios da mesma. Se ingeridos juntos, o guggul e os medicamentos para tireoide podem aumentar o risco de hipertireoidismo, uma situação de risco de vida onde grandes quantidades de hormônio da tireoide são produzidas. O extrato pode reduzir drasticamente o efeito das drogas propanolol ou diltiazem.

Interações com a doença

Aqueles que estiverem se tratando contra distúrbios da tireoide, incluindo tanto hipotireoidismo quanto hipertireoidismo, devem consultar seu médico antes de utilizar o extrato de guggul. Pessoas com doenças no fígado ou nos rins podem não metabolizar o extrato adequadamente e, por isso, não devem tomá-lo. De maneira geral, consulte seu médico para saber se o extrato de guggul é seguro para você.

Outros possíveis efeitos colaterais

Existe pouca informação científica a respeito da potencial toxicidade do extrato de guggul. Não se sabe se o guggul é seguro durante a gravidez mas, devidos aos efeitos sobre os hormônios da tireoide e o metabolismo dos lipídios, ele provavelmente deverá ser evitado. O extrato de guggul também pode causar dor de cabeça, náuseas, distúrbios gastrointestinais e erupções cutâneas. Também foram relatadas reações alérgicas a ele.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível