Os efeitos colaterais do parto com fórceps

Escrito por sandra rousseau | Traduzido por joão melo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os efeitos colaterais do parto com fórceps
Usar fórceps na sala de parto pode causar marcas faciais temporárias (newborn image by jodi mcgee from Fotolia.com)

Fórceps são instrumentos de aço em forma de duas colheres com alças e unidas, então se assemelham a pegadores de salada. Os médicos às vezes usam essa pinça para agarrar e puxar suavemente a cabeça de um bebê durante o parto normal quando a mãe não é capaz de empurrá-lo para fora por conta própria. Os fórceps são ferramentas médicas valiosas que suprem a necessidade de muitas cesarianas e, quando usados por um profissional qualificado, o risco de complicações é baixo. No entanto, bebês nascidos com a ajuda de fórceps possuem maior risco para uma série de problemas.

Outras pessoas estão lendo

Lesões de face e cabeça

As lesões mais comuns e menos graves, resultantes de fórceps são marcas faciais, cortes e contusões. Esses pequenos ferimentos são causados ​​por pressão a partir do próprio fórceps. Eles não são permanentes e geralmente se curam dentro de poucos dias.

Outra condição temporária é ficar com a cabeça um pouco em forma de cone. Isso é comum em muitos partos vaginais, se os fórceps forem usados ​​no bebê ou não.

Sangramento intracaniano

Alguns estudos sugerem que o fórceps aumenta o risco de hemorragia intracraniana (sangramento dentro e ao redor do cérebro). Contudo, outros estudos sugerem que a hemorragia intracraniana é, na maioria das vezes, devido a problemas do parto que tornam necessária a utilização da pinça, em oposição ao próprio fórceps, de acordo com yourlaborroom.com. Tão alarmante quanto essa condição possa parecer, muitas vezes ela passa despercebida e geralmente se resolve dentro de algumas semanas ou meses.

Dano a nervos

Ocasionalmente, um bebê nascido com a ajuda de um fórceps irá experimentar dano em nervos, geralmente naqueles que controlam os músculos faciais ou do braço. O dano é frequentemente temporário e revertido dentro de poucos dias. Em casos muito raros, ele é permanente.

Ossos quebrados

Muito raramente, a utilização de uma pinça pode resultar em uma clavícula quebrada. Em 1 de aproximadamente 4.500 partos com fórceps, uma fratura de crânio ocorre, de acordo com o site da eMedicine.

Lesões de medula espinhal

Bebês que não são puxados suavemente pelo fórceps, como também rotacionados, podem sofrer lesões na medula espinhal.

Riscos para a mãe

Embora muitas vezes não sejam graves, partos com fórceps representam riscos para a mãe também. Eles incluem lesões vaginais e anais, hematoma na parede vaginal, lesões da bexiga e disfunção do esfíncter retal.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível