Efeitos colaterais da quimioterapia com Folfox

Escrito por jaime herndon | Traduzido por andressa ferrari arevalo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Efeitos colaterais da quimioterapia com Folfox
Os efeitos colaterais aparecem de acordo com a dose administrada e o estado de saúde geral do paciente (Chris Hondros/Getty Images News/Getty Images)

A quimioterapia é muito usada como uma forma de tratamento para o câncer colorretal e normalmente consiste em uma combinação de medicamentos, a fim de ser mais eficaz. FOLFOX é um tratamento para o câncer colorretal avançado, compoto pelas drogas 5-Fluorouracil (5-FU), leucovorina (FA, LV) e oxaliplatina (Eloxatin). Nem todos irão experimentar todos os possíveis efeitos colaterais, e tais efeitos podem variar segundo a dose administrada e a saúde geral do paciente.

Outras pessoas estão lendo

5 - Fluorouracil (5-FU)

5-FU é uma droga comumente usada para tratar câncer colorretal, e é mais eficaz junto com leucovorina, por isso muitas vezes são combinadas na quimioterapia, de acordo com a Sociedade Americana do Câncer. Efeitos colaterais mais comuns do medicamento incluem sensibilidade à luz solar, feridas na boca, perda de apetite, náuseas e diarreia. Síndrome mão-pé também pode ocorrer, que consiste em dor e vermelhidão nas mãos e nos pés e possível presença de bolhas.

Leucovorina (Ácido Folínico, FA, LV)

Os efeitos colaterais da leucovorina são menores e tendem a ser raros, mas este medicamento pode agravar alguns efeitos colaterais de 5-FU, como feridas na boca e diarreia, segundo a Sociedade Americana do Câncer. Algumas pessoas têm reações alérgicas a este medicamento incluindo erupção na pele, coceira, rubor, calafrios e febre. Outros efeitos secundários que são raros mas podem ocorrer são a dificuldade para respirar, dor no peito, dor nas costas, tonturas e inchaço da língua ou da garganta.

Oxaliplatina (Eloxatin)

Efeitos colaterais comuns desta droga incluem náuseas e vômitos, diarreia, feridas na boca, fadiga, dor de estômago e dificuldade de respiração. A neuropatia periférica pode ocorrer, envolvendo formigamento, dormência e "alfinetadas" nos pés e mãos. Outros possíveis efeitos secundários da oxaliplatina são a sensibilidade ao frio, problemas de deglutição e queda na contagem das células brancas do sangue e de plaquetas (o que leva a um maior risco de infecções e ao aparacecimento de nódoas negras e de sangramento).

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível