Efeitos colaterais da raiz de salsaparrilha

Escrito por karyn maier | Traduzido por jesse mourao
Efeitos colaterais da raiz de salsaparrilha
A raiz de salsaparrilha é um medicamento tradicional à base de plantas que pode produzir efeitos colaterais (soda machine image by Mat Hayward from Fotolia.com)

A salsaparrilha é uma trepadeira perene encontrada na Austrália, no Sudeste Asiático, na Jamaica e nas florestas tropicais da América do Sul e Central. Se você já provou uma cerveja de raízes, então está familiarizado com o aroma e o sabor único da raiz dessa planta. Essa raiz também tem sido utilizada durante séculos como um tonificante afrodisíaco e sanguíneo e para tratar doenças de pele, inflamatórias e sífilis. Tal como acontece com todos os medicamentos, a raiz da salsaparrilha também pode produzir efeitos colaterais.

Reações alérgicas

Algumas pessoas podem ter uma reação alérgica à raiz de salsaparrilha, como urticária ou erupções cutâneas. A inalação dessa raiz também pode desencadear um ataque de asma. Se você sentir dor no peito, inchaço da língua ou falta de ar, procure atendimento médico imediatamente.

Efeitos gastrointestinais

De acordo com o “Physicians’ Desk Reference for Herbal Medicines", a raiz de salsaparrilha contém os esteroides saponinas, que podem irritar a mucosa do estômago. No entanto, uma vez que esta erva é geralmente bem tolerada pela maioria das pessoas, esse efeito parece ser neutralizado pelo consumo de grandes quantidades de produtos aromatizados ou formulados com extratos de raiz de salsaparrilha.

Irritação dos rins

O Desk Reference também observa que as saponinas das raízes de salsaparrilha são responsáveis ​​por produzir efeitos diuréticos, o que significa que aumentam a produção de urina. Isto poderia causar irritação nos rins. Além disso, você deve evitar a raiz da planta se tiver um histórico de doença renal.

Efeitos hormonais

Uma das saponinas encontradas na raiz de salsaparrilha é a diosgenina, o mesmo composto presente no inhame mexicano. Ele é um componente indispensável na produção dos hormônios esteroides, principalmente estrogênio, testosterona e progesterona. O centro clínico da Universidade de Maryland, nos EUA, explica que essa conversão não ocorre no corpo; assim, a única maneira de obter esses hormônios da diosgenina é por síntese química em laboratório. Embora muitos proponentes de raiz de salsaparrilha insistam que as propriedades afrodisíacas da erva são devidas à presença de progesterona na própria raiz, esse não é o caso.

Da mesma forma, alguns halterofilistas afirmam que a raiz de salsaparrilha aumenta a massa muscular devido a ela ser uma fonte rica de testosterona, enquanto outros afirmam que os sintomas da menopausa em mulheres são reduzidos devido à atividade estrogênica. Michael T. Murray, ND, autor de “The Healing Power of Herbs", derruba esse argumento esclarecendo que a raiz não contém testosterona ou estrógeno.

No entanto, a equipe do centro clínico ressalta que, como a diosgenina é a mesma substância usada para produzir as primeiras pílulas de controle de natalidade em 1960, ela pode produzir efeitos similares ao estrogênio no corpo. Isto porque a ela interage com o estradiol, um hormônio natural produzido pelo organismo e encontrado também em certos medicamentos. Portanto, se você estiver tomando medicamentos de controle de natalidade orais ou fazendo terapia de reposição hormonal, ou ainda tratamento de câncer orientado por hormônios, deve evitar a raiz de salsaparrilha.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível