Efeitos colaterais de vermífugos em cavalos

Escrito por contributing writer | Traduzido por giovana moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Efeitos colaterais de vermífugos em cavalos
Cuide bem do seu cavalo, administrando vermífugos várias vezes ao ano (Digital Vision./Photodisc/Getty Images)

Todos os cavalos estão expostos à parasitas rotineiramente, e devem ser vermifugados várias vezes por ano. A frequência da vermifugação depende do risco de exposição do animal à parasitas internos. Os mais comuns são os estrôngilos (grandes e pequenos), seguidos pelos ascárides (lombrigas), vermes e tênias. Os danos que esses parasitas podem causar ao seu cavalo prevalecem sobre a chance do animal sofrer efeitos colaterais pelo uso dos vermífugos.

Outras pessoas estão lendo

O que a vermifugação faz

Quando você vermifuga seu cavalo, você administra uma substância química que mata os parasitas internos do animal. Há cinco substâncias usadas com mais frequência na vermifugação: benzimidazóis, organofosforados, carbamatos, piperazinas e ivermectina.

Cada uma tem uma eficácia diferente e pode matar apenas um tipo de parasita, embora outras possam focar em dois ou mais. Muitos donos de cavalos alternam o tipo de substância que usam, por exemplo, passam de um vermífugo de carbamato para um de ivermectina.

Os vermífugos não fornecem proteção completa contra os parasitas internos. Seu cavalo pode ser reinfectado ou um tipo de parasita, primariamente os estrôngilos e as lombrigas, pode ficar resistente a um vermífugo específico.

Cólica

A cólica pode ocorrer quando um cavalo com muitos parasitas for vermifugado. Se a maioria dos parasitas morrerem ao mesmo tempo, eles podem causar um bloqueio no intestino grosso. Se não for tratado, o intestino pode se romper e causar morte quase instantânea.

Para evitar mortes em massa, faça uma contagem fecal (uma amostra de esterco é dissolvida em um líquido especial, uma lâmina é colocada sobre o líquido e deixada ali por vários minutos para depois ser removida, e os ovos dos parasitas que aderirem a ela são contados sob um microscópio) antes de vermifugar seu cavalo. Isso vai lhe dar uma ideia da quantidade de parasitas que ele carrega. Para animais muito infestados, use metade da dose recomendada, espere uma semana e dê a outra metade. Isso pode ajudar a prevenir um bloqueio intestinal e cólica.

Sempre fale com o veterinário caso esteja preocupado com a vermifugação do seu cavalo.

Alergias

Alguns cavalos vão desenvolver alergias a certas substâncias químicas vermifugas. Os cavalos alérgicos desenvolverão urticária em até no máximo 15 minutos depois da vermifugação. Esses animais vão se esfregar nas paredes, árvores e outras estruturas sólidas para tentar aliviar a coceira. Os focinhos podem inchar e, em casos extremos, eles podem desenvolver febre e dificuldade em respirar.

Se isso acontecer, entre em contato com o veterinário imediatamente. Ele vai administrar anti-histaminas e outros medicamentos para aliviar os sintomas da alergia.

Fale com o veterinário para aconselhamento sobre como vermifugar um cavalo alérgico ao vermífugo.

Resistência ao medicamento

O maior problema enfrentado pelos cavalos e seus donos é a resistência dos parasitas internos ao medicamento. Há regiões onde as populações dos estrôngilos e das lombrigas se tornaram resistentes ao vermífugos de carbamato, como o pamoato de pirantel, e estão demonstrando resistência à ivermectina.

Para manter seu cavalo saudável, alterne os vermífugos que você usa. Ao apresentar diferentes substâncias aos parasitas, vai ser difícil eles se tornarem resistentes a um vermífugo em particular.

Como prevenir problemas

Você pode prevenir esses problemas ao manter seu cavalo em uma programação regular de vermifugação. Sempre monitore o animal depois da administração das substâncias em busca de sinais de cólica ou alergias. Faça um exame de fezes pelo menos uma vez por ano para verificar se, de fato, a vermifugação está reduzindo o número de parasitas internos do seu cavalo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível