Saúde

Efeitos colaterais do zinco quelado

Escrito por lyn michaud | Traduzido por ronaldo moretti
 Efeitos colaterais do zinco quelado

Os efeitos colaterais de suplementos de zinco exigem atenção médica

white pills image by Darko Draskovic from Fotolia.com

O corpo usa zinco em atividades enzimáticas que produzem DNA e RNA, regulam as funções do sistema imunológico e reparam as células. A reprodução, o crescimento e os sentidos do olfato e paladar dependem deste microelemento. As quantidades nutricionais recomendadas (RDA) estabelecem quantidades diárias seguras para a ingestão de zinco para adolescentes e adultos: homens e mulheres grávidas, 15 mg; mulheres, 12 mg. Fale com seu médico antes de tomar suplementos de zinco e procure ajuda médica se sentir efeitos colaterais.

Outras pessoas estão lendo

Efeitos colaterais gastrointestinais

O estômago e os intestinos digerem os suplementos orais para que o sangue possa fornecer os nutrientes para os órgãos. As reações ao zinco podem acontecer em qualquer área do sistema digestivo e podem incluir azia, indigestão, náuseas, vômitos, cólicas abdominais e diarreia.

Sintomas de gripe

A ingestão de suplementos de zinco pode causar febre, calafrios, dor de garganta, fraqueza e fadiga. Doses mais altas de zinco podem reduzir os níveis de células brancas do sangue, que são as que combatem infecções.

Infecções urinárias (IU)

Pessoas com doença renal devem tomar doses baixas ou ignorar a suplementação, de acordo com o National Institutes of Health. Os suplementos de zinco em doses mais elevadas, ao longo do tempo, podem causar infecções do trato urinário e redução da capacidade de urinar. Os homens têm maior risco de infecções do trato urinário com suplementação de alta dosagem de zinco devido à possibilidade de aumento da próstata, que restringe o fluxo de urina.

Overdose e toxicidade

Um gosto metálico na boca, vômitos e dores de cabeça podem acompanhar uma overdose de zinco. As reações agudas que exigem tratamento médico incluem dor no peito, tonturas, desmaios, falta de ar, vômitos e olhos ou pele amarelados. O uso prolongado de uma dose elevada de zinco pode produzir reações crônicas - anemia, função imunológica reduzida, redução dos níveis de HDL e problemas urinários. A ingestão de uma dose elevada de zinco de 1 gm, ou 100 mg por quilo de peso corporal, pode ser fatal.

Interações com medicamentos

As interações de zinco com dois tipos de antibióticos (quinolonas e tetraciclinas) e um medicamento para artrite reumatóide (penicilamina) diminuem a eficácia da medicação e reduzem a absorção de zinco. Os rins funcionam para manter níveis adequados de nutrientes necessários na corrente sanguínea. Diuréticos tiazídicos reduzem o zinco no organismo, aumentando a remoção de zinco pelos rins.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media