Efeitos colaterias do Seroquel

Escrito por melissa warner | Traduzido por pedro santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Efeitos colaterias do Seroquel
Caso tenha algum dos problemas relatados aqui, mantenha a calma e consulte seu médico. (Man depressed or sad image by Allen Penton from Fotolia.com)

O Seroquel (fumarato de quetiapina) é um remédio anti-psicótico usado para tratar esquizofrenia e distúrbio bipolar. Apesar de o remédio não curar doenças, ele ajuda a controlar os sintomas. O remédio está disponível sob a forma de tabletes e diminui os efeitos de certas substâncias químicas no cérebro. Assim como ocorre com diversos remédios, sempre existem efeitos colaterais. Um efeito escondido do Seroquel é disfunção sexual. Tecnicamente isso não é um efeito colateral, mas alguns pacientes sentem isso. A disfunção sexual afeta as pessoas de diferentes formas.

Outras pessoas estão lendo

Disfunção sexual

35-50 por cento dos pacientes testados tiveram disfunção sexual.A disfunção sexual inclui vários problemas, sendo os mais visíveis a ausência de orgasmos e a impotência. A disfunção sexual é causada por uma combinação de um efeito colinérgico, bloqueio de receptores adrenérgicos e efeitos hormonais.

Orgasmos

Como muitas outras drogas anti-piscóticas, o Seroquel pode diminuir a qualidade e atrasar os orgasmos. Cerca de 30-40 por cento dos pacientes testados sentiram atraso em seus orgasmos. É importante ter em mente que orgasmos também podem ser afetados por ansiedade, stress e outros problemas emocionais.

Disfunção Erétil

Assim como ocorre com o atraso nos orgasmos, alguns homens que foram testados com o medicamento tiveram disfunção erétil ao usar o Seroquel. Apenas 10 por cento dos homens tiveram impotência.

Desejo sexual

O Seroquel afeta cada pessoa de uma forma diferente e às vezes as pessoas detectaram queda ou aumento de seu desejo sexual (libido). 20 por cento dos casos estudados apontaram aumenta na libido tanto de homens quanto de mulheres.

Modos de evitar frustração sexual

Espere para ver se é realmente um problema. Existem casos isolados em que problemas emocionais podem atrapalhar as ereções, por isso certifque-se de que é mesmo um problema.

Tente marcar o sexo para dias em que você está melhor do que em outros ou marque a ingestão de seu remédio de modo a não coincidir com sua vida sexual. Um usuário sugeriu ter relações sexuais primeiro e depois tomar a pílula.

Mude de medicação. Outros remédios anti-psicóticos não têm riscos tão altos de disfunção sexual.

Não importa as decisões que você tome, entre em contato com seu médico se estiver sentindo qualquer problema. Apesar de não estar listada como efeito colateral, o problema deve ser documentado e tratado.

Não perca

Recursos

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível