Efeitos de um derrame no tálamo sobre o cérebro

Escrito por lia stannard | Traduzido por lara scheffer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

O tálamo é um grande centro de transmissão instalado no cérebro e é responsável pela regulação do sono e estados de consciência. Localizado entre o córtex cerebral e o mesencéfalo, ele transmite os sinais motores ao córtex. Existe um tálamo de cada lado do cérebro. Derrames nessa região ocorrem quando o fluxo sanguíneo para o cérebro para de repente. Em alguns minutos de derrame, as células cerebrais começam a morrer, afetando, assim, o funcionamento normal do tálamo. Graves danos a essa área do cérebro podem levar a um coma.

Outras pessoas estão lendo

Tipos de derrames

Existem dois tipos de derrame: os isquêmicos, que são mais comuns, e os hemorrágicos. Os isquêmicos são causados quando um coágulo sanguíneo bloqueia um vaso sanguíneo no cérebro. Quando esse vaso se rompe, ocasionando um sangramento no cérebro, o derrame é denominado hemorrágico. Derrames menores também podem acontecer, chamados ataques isquêmicos transitórios (AIT), onde o suprimento de sangue é interrompido brevemente. O tálamo é muito suscetível à hemorragia intracerebral. Os fatores de risco para a hemorragia talâmica incluem hipertensão, diabetes e uso prévio de medicação para evitar coágulos sanguíneos.

Hemisfério direito

Quando o derrame acontece no lado direito do cérebro, é possível ocorrer a paralisia do lado esquerdo do corpo. Isso acontece porque o hemisfério direito do cérebro controla a parte esquerda do corpo e vice versa. Além da paralisia, danos no hemisfério direito também podem resultar em dificuldade de raciocínio ou pensamento após o derrame.

Hemisfério esquerdo

Quando o derrame ocorre do lado esquerdo do cérebro, também há a possibilidade da paralisia do lado direito do corpo. Após o derrame, pacientes com danos no hemisfério esquerdo podem ter problemas de fala, já que a região responsável pela linguagem está localizada no lado esquerdo do cérebro.

Sensorial

Em um estudo feito pela American Heart Association (Associação Americana do Coração), pacientes que tiveram derrames no tálamo apresentaram sintomas hemissensoriais, ou seja, sensações estranhas que ocorrem em apenas um lado do corpo. As partes do corpo que são afetadas incluem o rosto, braços e pernas, devido à conexão do tálamo com o córtex cerebral.

Aviso

O tempo é essencial para evitar maiores danos ao tálamo após um derrame. Quanto mais tempo passar após o derrame, maior o efeito prejudicial ao tálamo e piores são os sintomas. Devido a sérios efeitos de um derrame, como o coma, pacientes podem exigir ajuda constante para atividades diárias.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível