Efeitos de exercícios no corpo humano

Escrito por amy colgan-niemeyer | Traduzido por lucas irineu
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Efeitos de exercícios no corpo humano
Exercícios fazem bem ao seu corpo (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

Exercícios afetam o corpo inteiro, e era antes uma parte de nosso dia a dia, antes que a criação das maravilhas tecnológicas mudasse isso. A tecnologia tem também ajudado a diminuir a saúde mental e física. Existem vários benefícios em exercitar-se, mas lembre-se de ouvir a seu corpo. Evite se exercitar de forma excessiva para prevenir lesões. Até exercícios leves ou moderados podem fazer bem. Fale com seu médico antes de começar uma nova rotina de exercícios.

Outras pessoas estão lendo

Coração

O coração é um músculo, e responde aos exercícios assim como qualquer outro músculo: se torna maior e mais forte. Um coração forte é mais eficiente, e bombeia o sangue através do corpo com mais intensidade e menos esforço. Exercícios aeróbicos são especialmente beneficiais para o coração. Eles aumentam a resistência necessária para suportar longos períodos de esforço. Entretanto, o treinamento com pesos é igualmente importante. Ele ajuda criar músculos, que por sua vez ajudam a queimar gordura. Exercícios podem ajudar na perda de peso, desentupindo vasos sanguíneos e aumentando sua flexibilidade, melhorando os níveis de bom colesterol e de gordura. Exercícios moderados também ajudam a controlar os níveis da pressão sanguínea.

Pulmões

Exercícios ajudam os pulmões, diminuindo a falta de ar enquanto melhora a força e resistência dos músculos, principalmente no caso de você possuir alguma doença crônica pulmonar. Se tem asma, busque fazer exercícios em lugares fechados para evitar alergênicos e condições climáticas adversas, que podem causar um ataque de asma. Se a asma for induzida pelo exercício, tente tênis ou futebol ao invés de correr ou pedalar longas distâncias. Se você tem enfisema, tente caminhar, praticar yoga ou exercícios de aumento de força dos membros. Para falta de ar, pergunte a seu médico sobre aparelhos de assistência respiratória e treinamento muscular de inspiração para os músculos envolvidos na respiração.

Sistema imunológico e esquelético

Exercícios moderados ajudam o sistema imunológico a aumentar a atividade dos linfócitos. Essas células lutam contra infecções. Exercícios aeróbicos moderados também aumentam a curto prazo a quantidade de proteínas antivirais chamadas de interferons. Devido ao fato de que exercícios vigorosos feitos regularmente podem ter efeitos negativos na seu sistema imunológico e aumentar risco de infecções respiratórias, faça apenas exercícios moderados. Exercícios também ajudam a melhorar o sistema esquelético, fortalecendo ossos através da ativação dos osteoblastos. Tanto exercícios de peso quanto de resistência podem ajudar.

Sistema nervoso e a mente

Exercícios melhoram o sistema nervoso ao aumentar a quantidade de oxigênio no cérebro. Também ajudam a ativar neurotransmissores no cérebro, tais como a dopamina, que facilita a auto afirmação saudável; a noradrenalina, que ajuda na motivação; a acetilcolina, que ajuda com a memória e o pensamento; e a serotonina, que é responsável pela calma e o sono. Um estudo publicado em 23 de julho de 2001 na revista "Archives of Internal Medicine" diz que mulheres mais velhas que são fisicamente ativas apresentam uma menor queda nas funções cognitivas do que aquelas que não se exercitam.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível