Efeitos do HIV e da Aids em mulheres

Escrito por jack gerard | Traduzido por joão melo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Efeitos do HIV e da Aids em mulheres
Efeitos do HIV e da Aids em mulheres (Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images)

Existem alguns sintomas decorrentes da infecção pelo HIV que afetam mulheres e não homens. Há diferenças em relação ao grau de severidade com que esses sintomas surgem, no entanto. Enquanto homens podem apresentar mais problemas associados a certos aspectos da infecção pelo HIV, as mulheres tendem a sofrer com sintomas mais graves. Elas representam mais de 43% da população HIV positiva, um percentual que vem aumentando rapidamente desde o início da epidemia de Aids na década de 1980.

Outras pessoas estão lendo

Infecção aguda

Alguns indivíduos infectados pelo HIV não apresentam sintomas nos meses seguintes a infecção, enquanto outros desenvolvem sintomatologia semelhante à da gripe que pode ser confundida com qualquer outra doença. Esses sintomas inespecíficos, geralmente, incluem febre, vômito, diarreia, fraqueza e dores no corpo; surgindo de forma mais severa em mulheres. Durante a infecção aguda pelo vírus, as representantes do sexo feminino também podem passar por mudanças no ciclo menstrual, seja pelo atraso, adiantamento ou falta dos períodos menstruais.

Sintomas psicológicos

Enquanto homens são passíveis de alguns sintomas psicológicos oriundos da infecção pelo HIV, essas alterações são mais comuns e severas em mulheres. Os problemas psicológicos mais comuns nas mulheres são a depressão, a ansiedade, os esquecimentos excessivos, a disfunção sexual e a demência. Por serem causados por vírus, as anormalidades podem ser mais difíceis de tratar.

Sintomas vaginais

Mulheres HIV positivas são acometidas mais frequente ou persistentemente por infecções fúngicas que são, geralmente, resistentes a medicamentos comuns. Outros sintomas vaginais também podem ser frequentes, como as vaginoses bacterianas e feridas inexplicadas na região genital. Esses sintomas podem aparecer ou desaparecer de acordo com variações hormonais associadas ao ciclo menstrual.

Outros sintomas físicos

Muitas mulheres infectadas pelo HIV dizem sofrer com fadiga crônica, mesmo com a redução da carga viral do HIV a níveis indetectáveis pelo uso da terapia antirretroviral. Apesar da fadiga também acometer homens infectados, ela quase sempre é mais intensa nas mulheres. Outros sintomas físicos são perda repentina de peso, lipodistrofia (mudanças na forma como a gordura corporal é distribuída), sudorese noturna e tontura.

DSTs (doenças sexualmente transmissíveis) e infecções oportunistas

As HIV positivas possuem tendência a contrair doenças sexualmente transmissíveis como gonorreia, sífilis, HPV (papilomavírus humano), herpes e doença inflamatória pélvica em comparação com HIV negativas e homens negativos para a presença do HIV. Outras infecções oportunistas também comumente ocorrem, especialmente durante os períodos de contagem viral alta ou de diminuição dos níveis de linfócitos T CD4+ (células componentes do sistema imunológico). Algumas dessas infecções podem culminar em condições mais graves se não forem tratadas rapidamente, chegando a resultar em infertilidade.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível