Efeitos narcóticos das folhas de louro

Escrito por tiffany ameh | Traduzido por carlos nascimento
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Efeitos narcóticos das folhas de louro
Folhas de louro são usadas desde a antiguidade (From photoxpress.com)

Sabe-se há muito tempo que folhas frescas de louro possuem um efeito narcótico quando comidas em grandes quantidades. Apesar de seu uso caseiro como tempero hoje em dia, nos tempos antigos a folha era associada com o deus grego Apolo e recebia um papel importante no ritual divinatório. Além disso, ela também possui seu papel na medicina folclórica tradicional.

Outras pessoas estão lendo

História

A origem das folhas de louro data desde a Grécia antiga. Também conhecidas como as folhas usada em coroas, elas eram tidas como sagradas. O oráculo em Delfos costumava mascá-las para invocar a inspiração divina. O mito acerca do uso dessas folhas diz respeito à uma linda mulher chamada Dafne, que era perseguida pelo deus Apolo. Ela implorou a seu pai, o deus dos rios Peneus, para salvá-la dessa perseguição. Em resposta, Peneus transformou a mulher em um loureiro. Diziam que os oráculos originais em Delfos brotaram de uma dessas árvores.

A ciência

A palavra narcótico não quer dizer droga ilegal necessariamente. A palavra vem do grego, narkos, que significa sono. Isso explica a capacidade da folha de induzir um estado parecido com um transe e semiconsciente durante os rituais. Os narcóticos também são capazes de aliviar a dor ou anestesiar uma área do corpo. Essa sensação ocorre devido às substâncias presentes se unirem aos locais no cérebro responsáveis por efeitos analgésicos, assim, desacelerando a ativação de neurotransmissores como a dopamina entre os neurônios. A redução da dor também resulta em tontura e uma sensação de bem estar. Caso queira atingir esse efeito, é preciso comer uma grande quantidade de folhas.

Usos médicos

As folhas, frutos e óleos essenciais do loureiro vêm sido usados há muito tempo na medicina popular. Além dos efeitos narcóticos, possuem propriedades antifúngica, antisséptica, adstringente, estimulante e digestiva. Elas têm sido usadas no tratamento da gripe, problemas respiratórios e também para estimular o apetite.

Usos culinários

Folhas frescas de louro têm um aroma pungente e sabor amargo, que ficam menos intensos quando desidratadas. Elas são normalmente usadas em sopas, assim como em temperos para frango. Devido ao sabor e cheiro fortes, elas são retiradas do prato antes de servir, a menos que sejam servidas trituradas finamente.

Considerações

Da mesma forma que qualquer substância narcótica, consulte um médico antes de tentar usar essas folhas para esse fim. Os efeitos variam de pessoa para pessoa, por uma pessoa ser mais ou menos sensível que outra.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível