Sobre os efeitos negativos do sódio

Escrito por jonae fredericks Google | Traduzido por contributing writer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sobre os efeitos negativos do sódio
O sal utilizado de maneira exacerbada pode provocar um desequilíbrio negativo no organismo (Thomas Northcut/Digital Vision/Getty Images)

O sódio é um dos elementos mais abundantes do planeta, e é facilmente encontrado na crosta terrestre através do escoamento dos mares salgados e da erosão. Pensa-se que o sódio foi introduzido na Terra através da entrada de estrelas em explosão na atmosfera terrestre, e se tornou um nutriente vital para a existência de vida em nosso planeta. Quando introduzido no conteúdo de cloro do oceano, o sódio se junta para formar sal, que tem dado provas de ser um recurso inestimável no mundo moderno. Mas o aumento do consumo pode criar um desequilíbrio negativo na química do nosso organismo, levando a doenças de longo prazo.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

Na sua forma natural, o sódio pode ser identificado como um metal prateado, composto por átomos que preferem muito mais se unir a outros do que ficar sozinhos. É por isso que o sódio, ou Na, como está mencionado na tabela periódica, pode ser visto por vezes como NaHCO3, também conhecido por bórax, e também como NaCl, que é mais comumente chamado de sal de mesa. Também conhecido como número atômico 11, o sódio é altamente reativo, produzindo transformações impressionantes em contato com a água ou o ar.

História

Desde o surgimento da civilização, o sódio tem sido um produto de extrema importância, e sua utilização remonta à Idade da Pedra. Os pré-históricos homens das cavernas prosperaram com uma dieta que consistia estritamente de frutas e vegetais, sem a incorporação de sódio em suas vidas cotidianas. Por mais estranho que pareça, apesar de sua dieta não consistir de sódio, seu corpos o desejavam da mesma forma, e peregrinações intensas eram feitas procurando fontes de sódio para satisfazerem suas necessidades. Culturas posteriores começaram então a investigar as possíveis utilizações do sódio, e descobriram que, na forma de sal, ele poderia ser utilizado como um conservante e tempero das carnes que foram lentamente introduzidas na dieta humana. Como resultado, o corpo humano começou a se adaptar à ingestão de sódio em maiores quantidades, uma tendência que continuou crescendo com o passar dos séculos. Infelizmente, o excesso de uso do sódio resultou em uma intolerância crescente por parte do corpo humano, afetando negativamente seus sistemas e pondo em perigo a saúde em geral.

Função

O corpo humano necessita de um fornecimento equilibrado de sódio para que funcione corretamente. Sua principal responsabilidade é formar eletrólitos que constroem suas casas no interior das células e dos tecidos do corpo. Em contrapartida, esses electrólitos controlam a capacidade do corpo para regular a água e têm um papel importante na prevenção da ocorrência de desidratação. O sódio também funciona como um regulador da pressão e fluxo do sangue, do equilíbrio da acidez e das contrações musculares. Mas esse sensível e preciso sistema mecânico pode ser perturbado pela introdução de sódio em demasia no organismo, criando uma superprodução de eletrólitos que pode resultar em um desequilíbrio dos fluidos.

Considerações

Embora seja verdade que o sódio é extremamente importante para o funcionamento adequado do corpo humano, o ideal é buscar formas de satisfazer essa necessidade sem fornecer ao corpo montantes excessivos. Por isso, o consumo de sódio deve ser limitado. É recomendado que indivíduos saudáveis se abstenham de consumir mais de uma colher de chá de sal por dia, enquanto que os que sofrem de doenças dos rins e outras condições se beneficiarão mais de dosagens ainda menores.

Equívocos

Depois de ouvir uma recomendação médica para reduzir o consumo de sódio, as pessoas correm frequentemente para esconder o saleiro. Surpreendentemente, essa prática por si só não tem um impacto suficientemente significante na redução de sódio. Isso acontece devido ao fator do sódio escondido, que em quase todos os casos não tem ligação nenhuma com o saleiro, de qualquer forma. De fato, o volume de sódio que é introduzido no organismo pode ser atribuído às comidas embaladas e processadas que os humanos confiantemente consomem. Por isso, é importante ler os rótulos dos produtos alimentares e verificar o conteúdo de sódio em todo e qualquer produto que incorporar em sua dieta.

Aviso

Uma dieta rica em sódio pode resultar em riscos consideráveis para a saúde, incluindo um elevado risco de doença cardíaca e hipertensão arterial, o que por sua vez poderá levar a outras complicações, incluindo danos nos rins. Como uma função renal apropriada é necessária para eliminar o sal do corpo, uma diminuição da sua produtividade pode ter consequências terríveis. Quando o corpo não consegue controlar a quantidade de sódio que está sendo liberada, pode ocorrer inchaço no rosto e no apêndice. Pode ocorrer um encurtamento da respiração, assim como um enfraquecimento do músculo cardíaco. Esse ciclo vicioso pode ser evitado monitorando o consumo de sódio.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível