Mais
×

Efeitos positivos e negativos do colonialismo

O colonialismo é o processo em que um país assume o controle de outro, algo que o Império Britânico fez com bastante frequência a partir do século XVI até meados do século XX. No âmbito desse processo, o poder no controle tem autonomia sobre as construções jurídicas e sociais da sociedade "menor". Como essa situação é inerentemente desigual, os resultados do colonialismo são mistos, com algumas vantagens positivas fortes e desvantagens igualmente fortes que moldaram países em todo o mundo.

O colonialismo deixou um legado em todas as regiões colonizadas (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Positivo: Acabando com tradições pobres

Durante o processo de colonialismo, a nação controladora tem o poder de rever ou suprimir certas tradições sociais da região. Isso fornece um meio para eliminar tendências sociais nefastas e ideais mais antigos. Por exemplo, depois que a Índia foi colonizada, a prática de longa data da Sati foi finalmente abolida. Sati era a prática em que a primeira esposa de um marido falecido iria atirar-se, ou ser lançada, no fogo funeral de seu esposo como uma demonstração de luto. Com a colonização da Índia, o resto do mundo soube dessa tradição e se movimentou para proibi-la.

Positivo: Modernização

O colonialismo levou modernização para regiões que eram tecnologicamente subdesenvolvidas. Os projetos de modernização incluíam a construção de ferrovias para o comércio aberto, avanços médicos necessários e escolas proporcionando uma educação moderna. Esses avanços ajudaram nações subdesenvolvidas a melhorarem o seu status global como centros de comércio. As melhorias para a educação foram uma oportunidade para os estudantes colonizados competirem com estudantes estrangeiros em vários campos, incluindo literatura, arte, matemática e ciências.

Negativo: Benefícios segregados

Muitos dos benefícios do colonialismo, como educação, eram restritos às classes específicas de indivíduos, geralmente com base na cor da pele ou origem étnica. Isso levou a uma divisão natural em todos os países colonizados e estabeleceu as bases para um futuro racialmente separado. Como exemplo, a segregação racial extrema na África do Sul, conhecido como o apartheid, é um resultado parcial do colonialismo Africano. A segregação da educação deixou uma disparidade econômica na África do Sul, o que resultou na separação contínua após o período colonial, em um legado de direitos civis pobres e na atrocidade humana.

Negativo: Drenagem de recursos

Um dos principais objetivos do colonialismo foi a criação de um sistema de geração de recursos por meio do qual os recursos naturais das regiões colonizadas eram recolhidos e comercializados pela nação colonizadora. Esse processo reduziu a disponibilidade de recursos naturais nos países colonizados, levando a períodos de fome, pobreza e necessidade. Algumas colônias foram fortemente exploradas, com lotes de alimentos enviados para alimentar populações em outro lugar, enquanto os habitantes locais sobreviviam com menos. Além disso, isso criou um sistema em que um país colonizado poderia ser explorado por sua riqueza natural, mas não receber os benefícios monetários.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article