Efeitos do queijo sobre as taxas de colesterol

Escrito por samantha herman | Traduzido por andressa v. da nobrega
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Efeitos do queijo sobre as taxas de colesterol
Queijos são deliciosos, mas possuem muito colesterol (Comstock/Comstock/Getty Images)

Alimentos ricos em colesterol criam um efeito dominó no organismo. Ao consumi-los, o risco de obstrução das artérias se eleva. Artérias entupidas impedem o oxigênio de chegar ao coração, causando doenças cardíacas que podem levar a um infarto e até à morte. Para prevenir essa reação em cadeia, é importante saber quanto colesterol está ingerindo. Você pode ficar surpreso ao saber que o queijo é rico não apenas em cálcio, mas também em colesterol.

Outras pessoas estão lendo

Queijos em geral

Joseph Mercola e seus colegas no site Mercola.com afirmam que mais de 12 milhões de americanos tomam remédios para baixar o colesterol e outros milhões deveriam estar tomando para reduzir o risco de um ataque cardíaco. Algumas pessoas argumentam que os medicamentos para baixar o colesterol são uma das maiores conquistas científicas, pois muitos precisam e usam. Por outro lado, é assustador pensar que milhões de pessoas não são capazes de controlar seu colesterol com uma dieta equilibrada e exercícios regulares. Um artigo publicado em fevereiro de 2006 intitulado "Don't Say Cheese" acusa o queijo de criar uma população inteira dependente de remédios para baixar o colesterol. O artigo chega até a rebaixar esse alimento ao posto de " maior fonte nacional de gordura saturada". Com acusações como essa circulando pela comunidade médica, está se tornando muito difícil menosprezar os efeitos do queijo.

Tipos específicos de queijo

Entre tantas notícias ruins sobre queijo, há uma esperança. Evitar alguns tipos do laticínios pode reduzir o risco de ataques cardíacos, o que significa que você ainda pode comer desde que escolha seu queijo cuidadosamente. A American Heart Association recomenda comer menos de 300 mg de colesterol por dia. Observando a tabela "Quantidades de Colesterol do Queijo" criada pelo Banco de Dados Nutricional da USDA (USDA Nutrient Database), você verá que ricota feita com leite integral deve ser evitada a todo custo. Apenas uma xícara desse tipo de queijo contém 125 mg de colesterol, mais de um terço da cota diária. Em relação ao seu famoso molho caseiro de queijo, pode ser bom procurar uma nova receita mais magra, pois o molho de queijo padrão contém 92 mg de colesterol por xícara. A melhor alternativa é queijo cremoso com baixo teor de gordura, oferecendo apenas 1 mg de colesterol por colher de sopa. Queijo cheddar com baixo teor de gordura é outra boa opção, assim como queijo cottage magro.

Maneiras de diminuir o consumo de queijo

Há várias maneiras de diminuir a quantidade de queijo que você consome. Use a frase "não exagere no queijo" frequentemente ao pedir comida em restaurantes. Reveja seus lanches habituais para incluir mais frutas e vegetais e menos queijo. Faça uma pizza sem queijo para o jantar um dia para experimentar. Talvez ela possa se transformar no seu novo prato predileto.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível