Qual é a eficácia dos medicamentos para tratar TADH em adultos?

Escrito por lashon fryer | Traduzido por fabiana silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Os sintomas do transtorno do déficit de atenção e hiperatividade, ou TDAH, apresentam-se de forma diferente em adultos e em crianças. Os sinais de alerta do TDAH na infância são: hiperatividade, falta de atenção e impulsividade. Já os adultos podem não ter foco e concentração, ou ter tendências de adiar decisões e ações, ter comportamentos de má organização e também podem sofrer de ansiedade e baixa auto-estima. Mesmo que os sintomas variem da infância à idade adulta, muitos dos medicamentos usados para tratar o transtorno são os mesmos.

Outras pessoas estão lendo

Wellbutrin

O Wellbutrin é um medicamento para TDAH que é prescrito para crianças e adultos. É um antidepressivo que funciona melhorando os níveis de concentração e de humor em adultos e crianças. No entanto, existem alguns efeitos colaterais associados a ele. De acordo com a Administração de comida e drogas dos Estados Unidos (FDA), o Wellbutrin pode aumentar os pensamentos e comportamentos suicidas em adultos se eles também sofrerem de depressão. Esse medicamento também pode ser vendido com os nomes de Wellbutrin SR Wellbutrin XL e Zyban.

Strattera

O Strattera é prescrito para tratar o TDAH em adultos, adolescentes e crianças. É um medicamento inibidor da recaptação da noradrenalina que trabalha melhorando o foco, a memória, a organização e a capacidade de ouvir. O Strattera é uma droga de prescrição não-estimulante e considera-se que ele trabalha melhor em conjunto com outros tratamentos para TDAH, como aconselhamento psicológico e psicoterapia. Alguns dos efeitos colaterais mais comuns apresentados por adultos são prisão de ventre, boca seca, perda do apetite, náuseas, hesitação urinária, efeitos colaterais sexuais e problemas para dormir.

Venlafaxine

A Venlafaxina também é conhecida como Effexor ou Effexor XR. É um antidepressivo que tem sido receitado para tratar adultos com TDAH. Ela pertence à classe de medicamentos inibidores seletivos de recaptação da serotonina e da norepinefrina, os ISRNs. Esse medicamento funciona aumentando os níveis químicos de serotonina e noradrenalina — substâncias que são encontradas no cérebro e são responsáveis por manter o equilíbrio mental. No entanto, a prescrição da venlafaxina no tratamento do TDAH é considerada um uso "off-label" (sem indicação clínica específica). O FDA aprovou apenas a venlafaxina no tratamento do transtorno de ansiedade generalizada e para depressão maior. Um uso off-label ocorre quando um medicamento está sendo usado para tratar uma condição que não foi aprovada pelo FDA, entretanto, os médicos podem tomar essa conduta. Alguns dos efeitos colaterais associados com a venlafaxina são sonolência, tonturas, náuseas, constipação, boca seca, incapacidade de sentir o gosto da comida e efeitos colaterais sexuais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível