A eficácia da piretrina em mosquitos

Escrito por carol sarao | Traduzido por daniel tamayo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A eficácia da piretrina em mosquitos
Inseticidas naturais (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

A piretrina é um inseticida natural, biodegradável, derivado da flor do crisântemo. Diferente do piretroide, seu primo feito sinteticamente, a piretrina não é tóxica para animais de estimação. Na verdade, é o princípio ativo de muitos remédios contra pulgas. A piretrina mata e repele mosquitos, mas é mais eficaz quando combinada com outros ingredientes.

Outras pessoas estão lendo

Características

A piretrina tem sido usada nos Estados Unidos há mais de um século e, de todos os inseticidas, é considerado a mais segura - uma consideração importante se você se importa com o ambiente. Como a piretrina se quebra facilmente sob a luz do sol e no ar, ela tem a vantagem de matar apenas os insetos presentes quando é aplicada, o que ajuda a poupar insetos benévolos. A piretrina é usada em spray aerosol para o ambiente (interno, externo e pessoal) e em roll-on. Ela é extremamente tóxica à vida aquática, contudo, e não deve ser usada perto de aquários ou lagoas.

Ela funciona nos mosquitos paralisando o sistema nervoso deles, fazendo com que caiam no ar, um fenômeno conhecido como "abate". Este, porém, nem sempre é letal. Alguns mosquitos afetados poderão se desintoxicar da piretrina e se recuperar.

Piretrina e PBO

Para aumentar a letalidade da piretrina, geralmente se acrescenta uma substância chamada piperonil butóxido, ou PBO. O PBO é feito de óleo de sassafras e também é considerado seguro. Como o BPO bloqueia uma via química diferente da piretrina, a combinação dos dois é extremamente eficaz. Em um estudo de 1976, em El Salvador, os mosquitos que receberam a mistura de piretrina e BPO tiveram uma taxa de abate entre 81% e 100% em uma hora. O resultado foi uma redução em 42% de diminuição da malária nas aldeias próximas no ano seguinte. A aldeia de controle, que não recebeu o inseticida, sofreu um aumento de 75% (veja Referência 1).

A piretrina por si mesma irá matar e repelir muitos mosquitos, mas para um efeito máximo, procure contendo tanto piretrina quanto BPO.

Precauções

Apesar da piretrina e do PBO ser menos tóxicos que outros inseticidas, leia os rótulos com cuidado, mantenha o produto longe dos olhos e lave-o com água e sabão se eles entrarem em contato.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível