Como elaborar um contrato de locação

Escrito por ehow contributor | Traduzido por christian avila
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como elaborar um contrato de locação
Um contrato de aluguel pode manter as disputas entre você e os locatários no mínimo possível (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Ser um locador tem seus prós e contras, porém ser experiente em relação aos seus acordos ou contratos de locação é a chave para manter as frustrações no menor nível possível. Independente se você estiver alugando um quarto extra em seu apartamento ou uma casa inteira, é essencial elaborar um contrato de aluguel para proteger você e sua propriedade, e ainda economizar dinheiro.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Contrato de aluguel padrão
  • Computador e impressora

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Compre um contrato de aluguel padrão. A maneira mais fácil de elaborar um contrato de aluguel é começar com um padrão que pode ser comprado em uma loja de materiais de escritório ou online. Os termos no contrato foram escritos por um advogado e é, portanto, um bom começo para você que está começando a escrever seu próprio contrato.

  2. 2

    Decida como alterar o contrato de aluguel. Sua propriedade é única. Quando você decide arrendar ou locar seu apartamento ou casa, leve em consideração todos os seus recursos únicos. Sua propriedade pode ter uma entrada de garagem que os locatários dividirão com os vizinhos. Não bloquear esta entrada deveria ser uma condição ao alugar a propriedade. Adicione este item quando você estiver elaborando o contrato. Enquanto você lê o contrato padrão, anote os pontos que você deve mudar para cobrir sua propriedade.

  3. 3

    Faça o contrato de aluguel claro e compreensivo. Ainda que um contrato seja um documento legal, ele pode ser claro e fácil de entender. Inclua todas as condições no contrato de aluguel ou arrendamento tais como: - Data de entrada no imóvel; - Duração do período de aluguel (6 meses, 1 ano, seja específico); - Depósito de segurança, valor e condições; - Valor mensal do aluguel; - Multas por atrasado e a data em que o pagamento é considerado em atraso; - O que está incluso, tais como aparelhos ou qualquer mobília; - Taxas por visitas extras/companheiros de quarto; - Estipulações de veículos e regras de estacionamento; - Condições de animais, depósitos; - Contas básicas (água, luz, aquecimento); - Manutenção da propriedade, gramado, arredores.

    Existem inúmeros outros detalhes que devem ser descritos para protegê-lo enquanto locador de um imóvel. Leia o contrato padrão para ver o que é necessário incluir.

  4. 4

    Digite seu próprio contrato de aluguel. Utilizando o contrato padrão como base, digite o seu próprio. Use as mesmas palavras se for possível. Adicione tantos termos e detalhes quanto necessários para cobrir seu imóvel, que é único. Quando você tiver o contrato todo digitado, grave uma cópia geral em seu computador. Abra este arquivo e salve uma nova cópia para usar para cada propriedade ou locatário.

Dicas & Advertências

  • A melhor coisa em elaborar seu próprio contrato de aluguel é que você pode mudá-lo o quando for necessário para locar um novo imóvel.
  • Imprima duas cópias ou originais para você e o locatário assinarem. Ele fica com uma cópia; você com a outra.
  • Mantenha uma cópia assinada do contrato em um lugar seguro, para quando você precisar citá-lo ou mesmo despejar um locatário.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível