Como eliminar pulgas e carrapatos

Escrito por charmiane wilson | Traduzido por giovana moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como eliminar pulgas e carrapatos
Inclua seu veterinário em qualquer plano para se livrar de pestes (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

Pulgas e carrapatos causam problemas além de um simples incômodo a pessoas e animais. Alguns carrapatos carregam bactérias que provocam a doença de Lyme, que se espalha quando eles se alimentam do sangue de humanos ou outros animais. Quando não tratada, a doença de Lyme pode causar irregularidades rítmicas do coração, inflamação crônica em articulações e sintomas neurológicos. Há muitos métodos que você pode utilizar para livrar seu animal e sua casa destas pestes.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

    Para animais

  1. 1

    Use shampoos para animais especialmente formulados para matar pulgas e carrapatos. Esses produtos contêm ingredientes ativos, tais como limoneno e linalol, que focam nas pestes. Esses dois produtos trabalham juntos para matar pulgas em todos os estágios de desenvolvimento, incluindo seus ovos. O óleo de eucalipto às vezes também é usado em shampoos por conta de sua habilidade em repelir as pulgas. A piretrina é um ingrediente de shampoo que é efetivo contra pulgas, mas não deve ser usado em gatos que sejam sensíveis a substâncias químicas. Usar tais shampoos é um meio de eliminar infestações pré-existentes. Siga as instruções do produto cuidadosamente para evitar efeitos adversos no seu animal.

  2. 2

    Coloque uma coleira anti-pulgas no seu animal adulto. Nunca coloque tais coleiras em filhotes de cães ou gatos. Enquanto seu animal estiver usando uma coleira anti-pulgas, monitore as interações dele com crianças e fique atento quanto ao seu próprio contato com a coleira. Uma vez que os pesticidas contidos nela podem vir à superfície, você deve lavar bem suas mãos depois de tocá-la ou depois de brincar com seu cão ou gato que a estiverem usando. Estas coleiras são usadas de forma mais eficaz em animais que passam bastante tempo ao ar livre. Se seu bichinho estiver em contato constante com os membros da família, considere usar outros métodos de exterminação de pestes.

  3. 3

    Fale com seu veterinário sobre algum tratamento oral contra pulgas para o seu bichinho; estes estão disponíveis para prescrição. Tratamentos orais contêm um ingrediente chamado nintempiram, que evita que os ovos das pulgas incubem no seu animal, mas ele não afeta carrapatos. Pílulas anti-pulgas orais não servem como um método de controle contínuo, pois o medicamento estará fora do sistema do animal dentro de 24 horas.

  4. 4

    Escove os pelos do seu animal com um pente anti-pulgas. Esse método é eficiente para animais que estejam impossibilitados de tomar medicamentos devido a alergias ou outros problemas físicos. Pentes anti-pulgas podem ser usados depois do banho ou durante o período entre um banho e outro. Esses pentes têm duas fileiras de dentes; alguns modelos têm 32 dentes a cada 2,5 cm. Os pequenos dentes são espaçados bem próximos um ao outro para pegar e remover os ovos e insetos conforme você penteia o bichinho.

  5. 5

    Aplique tratamentos tópicos contra pestes no seu animal. Esses tratamentos estão disponíveis sem prescrição médica e são aplicados na nuca do animal. Há diferentes fórmulas de tratamentos tópicos. Alguns são direcionados tanto para pulgas quanto para carrapatos, enquanto outros focam apenas pulgas e seus ovos. Produtos tópicos têm a vantagem de funcionar por até 30 dias antes que uma reaplicação seja exigida. Diferente de outras formas de tratamento contra pestes, os tópicos podem ser usados em animais jovens. Alguns podem apresentar sensibilidade e problemas de pele no local aplicado. Leia as embalagens cuidadosamente e selecione a fórmula adequada para o seu bichinho.

  6. 6

    Remova os carrapatos ou pulgas que você vir em seu animal. As pulgas podem ser pegas com os dedos ou com uma pinça. Porém, o processo exige mais cuidado no caso dos carrapatos, que se agarram no animal e se alimentam de sangue. Os carrapatos podem expelir fluidos contaminados por doenças. Se possível, use luvas de borracha durante esse processo. Use pinças finas para pegar o carrapato o mais próximo da pele do cão possível. Puxe-o para remover o animal lenta e cuidadosamente. Muita pressão pode injetar a saliva do carrapato na corrente sanguínea do seu animal e aumentar a chance de uma infecção. Mate o carrapato com álcool e então dê descarga no vaso sanitário. Limpe o local onde o carrapato estava grudado no seu animal com um pouco de álcool aplicado em um cotonete.

    Na sua casa

  1. 1

    Instale um nebulizador de insetos na sua casa para alvejar infestações de pulgas e carrapatos. Os nebulizadores contêm pesticidas fortes e só devem ser usados em casos de infestações severas. Leia todas as instruções antes de instalar um nebulizador. Geralmente, usar esses produtos exige que você evacue a casa por muitas horas para evitar contato com os produtos químicos e seus resíduos.

  2. 2

    Realize atividades regulares de jardinagem e limpeza para manter sua casa e gramado pouco convidativos a pulgas e carrapatos. Mantenha a grama aparada, corte arbustos e junte as folhas. Pulgas e carrapatos ficam em áreas com grama alta e folhadas, então, limpar os excessos evita que os insetos vivam em sua propriedade.

  3. 3

    Dentro de casa, aspire o pó, varra, passe pano e lave as roupas de cama frequentemente. Essas atitudes podem ajudar a evitar que pulgas e carrapatos reinfestem as áreas que já foram limpas. Monitore as janelas e portas para reduzir a probabilidade de insetos entrarem na casa.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível