Como encontrar as melhores livrarias em Londres

Escrito por laurie w | Traduzido por bruno souza
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como encontrar as melhores livrarias em Londres
Londres possui algumas das melhores livrarias do mundo (Michael Blann/Digital Vision/Getty Images)

Londres possui livrarias melhores do que a maioria das outras cidades, mas, mesmo assim, estabelecimentos independentes permanecem ameaçados pelas grandes redes. Se você não quer perder tempo em outra grande cadeia de livrarias, dê uma olhada em algumas dicas para encontrar tesouros escondidos que permanecem fabulosamente empoeirados por décadas na capital inglesa.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Comece por carregar bons mapas da cidade e do metrô. Se você não sabe se localizar, será impossível encontrar esses lugares. Se você está visitando Londres pela primeira vez, certifique-se de compreender o sistema de metrô. Essa é a melhor maneira de se locomover pela cidade.

  2. 2

    Visite algumas das partes menos óbvias da cidade, longe das famosas armadilhas para turistas (Big Ben, Casas do Parlamento, etc). Vá onde os locais estão e, como no Haight, em São Francisco, ou no Greenwich Village, em Nova York, você encontrará livrarias preciosas. Dito isso, quase todos os bairros de Blighty têm uma ótima livraria se você tiver o faro aguçado para encontrar edições antigas de "Huckleberry Finn" e "Macbeth".

  3. 3

    Entre em qualquer bar, perca-se em qualquer bairro e, ao contrário dos Estados Unidos, a maioria das pessoas vai ter uma sugestão sobre onde encontrar uma boa livraria. O Reino Unido tem uma das mais altas taxas de alfabetização em todo o mundo, beirando os 100 por cento. Tome o metrô na hora do rush e as pessoas estarão realmente lendo livros, e não apenas ouvindo iPods.

  4. 4

    Evite grandes redes de livrarias. Elas estão por toda parte, começando pelo desembarque no aeroporto de Heathrow. Se quiser realmente visitar uma dessa lojas, vá à W.H. Smith, que costuma lançar os últimos romances norte-americanos que não são facilmente encontrados nos Estados Unidos, como "Is it Me or Is Everything Shit?", de Steve Lowe e Alan McArthur, e "Watching the English", de Kate Fox. W.H. Smith, e que assim como a Borders e redes semelhantes, também oferece uma boa variedade de clássicos, revistas e gadgets para saciar todas as suas necessidades acadêmicas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível