Encontre o ritmo do tango

Escrito por ehow contributor | Traduzido por marcelo dias
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Encontre o ritmo do tango
Encontre o ritmo do tango

No tango, por se tratar de uma dança improvisada, é preciso rapidamente encontrar o ritmo para ser capaz de brincar com ele, colocando musicalidade nos passos e movimentos e, embora formas novas e alternativas de tango não se restrinjam a regras, o tango clássico compõe-se de compassos de 8 tempos, facilitando encontrá-lo.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Ouça alguns tangos clássicos a fim de encontrar o compasso da música. Para dançar o tango, é preciso encontrar o compasso de 8 tempos. Parta do começo da peça musical e conte os 8 tempos do compasso. As orquestras costumam destacar claramente a passagem de um compasso para outro, o que pode ajudar ao dançarino caso perca o ritmo.

  2. 2

    Faça sozinho o exercício de caminhar acompanhando o tempo da música, dando um passo a cada novo tempo. Embora o passo não deva mudar, note quando um compasso termina e outro começa. Pratique até que se torne fácil dar um passo a cada tempo.

  3. 3

    Acrescente ao exercício passos de dois tempos. O tango compõe-se de passos de tempo simples, ou um passo a cada tempo, e passos de dois tempos, ou passos entre dois tempos. Quando for acrescentar passos de dois tempos, preste atenção na música e nos compassos de oito tempos; coloque os passos de dois tempos quando couberem na música.

  4. 4

    Dance com um parceiro ou parceira, concentrando-se em transmitir-lhe o ritmo do tango. Se você estiver conduzindo, faça com que o parceiro seja levado a dar o passo na marcação do tempo e também que você comunique com clareza quando for dar o passo de dois tempos. Alongue a duração dos passos se o parceiro estiver dançando rápido demais e vá mais rápido quando ele estiver muito lento.

  5. 5

    Inclua na dança outros movimentos que você conheça depois de dominar o ritmo. Concentre-se nos compassos de modo a dançar dentro do tempo e dos compassos de oito tempos do tango.

Dicas & Advertências

  • Se contar mentalmente os passos de tempo duplo, faça-o colocando um "e" em vez de um número.
  • O acompanhante é tão responsável pelo ritmo da dança quanto o condutor. Ouça a música enquanto dança e mantenha-se dentro dela o máximo que for possível, mesmo que o parceiro se perca. Note que não é possível dar um passo de dois tempos a não ser que a condução dê a indicação para isso.
  • Alguns instrutores ensinam a dançar o tango conforme o padrão lento, lento, rápido, rápido, o que significa quatro tempos dentro de um compasso de 8. Compreender assim o ritmo do tango ajuda o dançarino a colocar na dança tanto o passo simples quanto o de dois tempos. Como, porém, o tango é uma dança de improviso, use-o apenas como recurso.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível