Como ensinar crianças deficientes auditivas em escolas comuns?

Escrito por sharilyn rose | Traduzido por josé moreira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como ensinar crianças deficientes auditivas em escolas comuns?
Os alunos com deficiência auditiva podem se sair bem em escolas regulares (Digital Vision./Digital Vision/Getty Images)

Temporária ou permanente, a perda auditiva em crianças pode ter um impacto significativo em sua capacidade de aprender. Os alunos com deficiência auditiva estão frequentando as aulas nas escolas comuns mais frequentemente, já que aceitam cada vez mais as filosofias de inclusão. Muitos alunos com deficiência auditiva são capazes de sobressair social e academicamente na sala de aula regular, mas os professores podem precisar de informações especializadas para atenderem às necessidades dessas crianças de forma eficaz.

Nível de dificuldade:
Moderado

Instruções

  1. 1

    Conheça o seu aluno. Ao descobrir que vai ensinar um aluno com deficiência auditiva, reúna as informações sobre sua experiência de aprendizagem anterior e os programas em curso, folheando os registros de alunos, revendo planos educativos individuais e amostras de trabalho e conversando com os pais e/ou ex-educadores. Se os registros não estiverem disponíveis ou se a deficiência auditiva só foi diagnosticada recentemente, localize os relatórios de audiologia, busque o conhecimento dos pais e comece a avaliar em sala de aula para determinar pontos fortes e as necessidades da criança.

  2. 2

    Decida sobre um sistema de comunicação. Trabalhe com a família da criança e sua equipe da escola para decidir qual é o sistema de comunicação mais adequado. Fatores como o tipo de perda auditiva, história familiar e se o aluno tem um implante coclear, influenciarão a decisão de enfatizar a linguagem oral, a linguagem de sinais ou uma combinação dos dois. Esse também é um bom momento para fazer acordos com anotadores ou intérpretes de língua de sinais, caso necessário.

  3. 3

    Saiba mais sobre estratégias específicas para os alunos com deficiência auditiva. Pode ser necessário fornecer apoio em uma série de áreas, incluindo a articulação, comunicação receptiva e expressiva, linguagem escrita e habilidades interpessoais. O pré-ensino, utilizando recursos visuais e materiais concretos e o ensino por meio de atividades práticas pode ser benéfico para o aluno com deficiência auditiva, bem como outros com necessidades especiais de aprendizagem. Os alunos deficientes auditivos se beneficiarão muito, estando em uma classe ampla e uma adesão crescente das escolas à filosofia de inclusão.

  4. 4

    Familiarize-se com a tecnologia. O campo de Audiologia Educacional tornou-se mais de alta tecnologia do que nunca. Os aparelhos auditivos são menores e mais discretos e apresentam características que estão em desenvolvimento contínuo. Somente nos EUA, mais de 28.000 crianças receberam implantes cocleares até o ano de 2010. Sistemas de FM, que ajudam os alunos a se concentrar em sons da fala, minimizando outros ruídos da sala de aula, são eficazes, mas os professores muitas vezes precisam ser capazes de solucionar o equipamento que não esteja funcionando corretamente.

  5. 5

    Procure apoio. O nível de apoio e o apoio pessoal poderão variar de escola para escola, mas a maioria dos professores em sala de aula pode acessar assistência através de seus departamentos de educação especial. Fonoaudiólogos, patologistas da fala e/ou professores itinerantes de surdos ou deficientes auditivos poderão fornecer um serviço direto ao aluno ou apoio consultivo para os professores, a partir de fichas técnicas e o ensino de recursos à formação tecnológica e demonstrações. Como parte de uma equipe multidisciplinar, esses profissionais podem fornecer informações sobre relatórios de fonoaudiologia, avaliações apropriadas e estratégias de ensino baseadas em evidências.

Dicas & Advertências

  • Procure ter aparar os pelos faciais aparados e monitore a iluminação da sala de aula. Barbas e bigodes, assim como luzes e sombras podem tornar mais difícil para crianças deficientes auditivas entender você, se eles contam com a leitura da fala.
  • Tente usar multitarefas com menos frequência. Por exemplo, escreva no quadro-negro e, em seguida, explique a sua escrita. Leia um livro de imagens e, em seguida, mostre a ilustração. Finalizar uma tarefa antes de passar para a outra permitirá que o seu aluno surdo ou com deficiência auditiva a se concentrar em cada parte da atividade, sem perder informações.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível