Enterococcus Faecalis em cães

Escrito por stevie donald | Traduzido por elcio borges gomes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Enterococcus Faecalis em cães
A Enterococcus faecalis é uma das muitas espécies de bactérias presentes no trato gastrointestinal de cães (Even healthy dogs have Enterococcus Faecalis in their systems; Stevie Macdonald)

Enterococcus faecalis é uma das várias espécies de bactérias presentes no trato gastrointestinal de cães saudáveis. Algumas cepas de E. faecalis são probióticas (bactérias benéficas) melhorando a saúde e o funcionamento do sistema imunológico. Outras cepas de E. faecalis podem causar infecções que ameaçam a vida, especialmente quando se tornam resistentes a antibióticos, sendo especialmente preocupantes quando existe o risco de transmissão a humanos.

Outras pessoas estão lendo

Tipos

Enterococcus faecalis é uma classe de bactérias versátil e contraditória. É utilizada em alimentos como probiótico tanto para humanos e animais, como os cães, mas também é notória por sua rapidez em se tornar resistente a antibióticos. A Enterococcus faecalis está presente no intestino grosso da maioria dos mamíferos, incluindo humanos e cães, e também é encontrada no solo e em plantas.

Benefícios

Algumas cepas de E. faecalis são usadas em rações para animais porque melhoram a resistência a infecções e doenças. Um estudo de 2003, publicado pela American Society for Nutritional Sciences, mostrou que a E. faecalis melhorou funções específicas do sistema imunológico quando foi administrada em filhotes. Outro estudo mostrou que infecções neutropênicas nos cães podem ser combatidas com ela, pois causa o aumento dos glóbulos brancos. Também é usada como probiótico humano.

Considerações

A bactéria Enterococcus faecalis mostrou adaptabilidade e capacidade de tornar-se rapidamente resistente a muitos antibióticos utilizados normalmente, sendo responsável por muitas infecções hospitalares pós-cirúrgicas. Visto que os cães podem ser portadores da E. faecalis, as pessoas também podem tornar-se portadoras, o que pode colocá-las em risco de contrair infecções resistentes a antibióticos caso fiquem doentes ou sejam hospitalizadas.

Aviso

A bactéria E. faecalis resistente a antibióticos pode ser transmitida pela mordida de um cão que esteja sendo submetido a tratamento com antibióticos.

Equívocos

Apesar de os cães serem portadores da E. faecalis e poderem transmitir doenças bacterianas zoonóticas aos seres humanos, eles raramente são afetados por ela. A bactéria E. faecalis foi encontrada em grande quantidade, junto com várias outras bactérias, em cães com diarreia, mas não ficou claro se era a causa da diarreia, ou uma reação a ela.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível