Entrevistas por telefones para casos de desemprego

Escrito por jerome felix | Traduzido por jesse mourao
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Entrevistas por telefones para casos de desemprego
A indenização do seguro-desemprego é projetada para ajudar as pessoas desempregadas por um período determinado (Creatas Images/Creatas/Getty Images)

A indenização do seguro-desemprego é projetada para ajudar as pessoas desempregadas por um período determinado. O programa é financiado pelo governo federal e administrado pelo estado no qual o desempregado vive. Uma pessoa não recebe esse benefício simplesmente por estar fora de um emprego, pois é preciso procurar continuamente por emprego, a fim de de ser elegível para o recebimento desse seguro. Uma entrevista por telefone pode determinar se uma pessoa está apta ou não para recebê-lo. Dependendo do estado, algumas dessas entrevistas, ou todas, também podem ser feitas via correios, internet ou até pessoalmente.

Outras pessoas estão lendo

Solicitação inicial

Uma pessoa envia uma solicitação de desemprego inicial por telefone ou pela internet. Um funcionário analisa o pedido e entra em contato com o candidato para obter informações detalhadas. Esta ligação verifica o que o candidato escreveu no requerimento ou exige informações complementares das informações dadas. O funcionário poderá fazer algumas perguntas como: o tempo de duração do último trabalho; o motivo da saída do emprego; salário e compensações recebidos; a busca contínua por emprego e a capacidade para trabalho. Após tratar dessas questões iniciais, o funcionário cadastra a pessoa em um site de empregos, os quais são acessados por empregadores.

Entrevista de averiguação

Há algumas questões polêmicas específicas sobre a solicitação que poderia desencadear uma entrevista de averiguação. O método da demissão é uma dessas questões. Isso acontece se as respostas dadas no questionário, pelo requerente, são vagas. O entrevistador vai tentar descobrir se o candidato foi demitido por causa de abusos pelo empregador ou porque não conseguiu adaptar-se ao trabalho. Se o empregado foi demitido sem justa causa, então poderá receber o seguro-desemprego. O entrevistador vai perguntar se o requerente teve a oportunidade de trabalhar em outro departamento na empresa. Se o empregador não conseguiu realocar o funcionário para outro departamento, então será elegível para receber o seguro-desemprego. O entrevistador vai tentar determinar se a demissão resultou de negligência do empregado, má conduta ou por conveniência do empregador. Baseado nessa entrevista, é possível levantar as informações necessárias para determinar a elegibilidade de aquisição do benefício pelo requerente.

Entrevista semanal de reivindicação

Um candidato pode registrar um requerimento semanal com um representante, por telefone. O entrevistador pode perguntar aos candidatos às seguintes perguntas: se eles estiveram disponíveis para trabalhar; se estão procurando um emprego; para quem eles submeteram o requerimento; se recusaram ofertas de trabalho; se não conseguiram obter um emprego, devido a problemas com de drogas; se já registraram-se em um programa de treinamento para trabalho; se têm recebido outros tipos de pagamentos; que tipo de trabalho realizaram durante a semana, e se eles voltaram ao trabalho em tempo integral. Se um requerente apresentar um pedido através da internet ou por telefone e eles respondem "sim" onde deveriam ter dito "não"; ou disseram "não", quando deveriam ter dito "sim", um funcionário podem contatá-los para obter razões detalhadas para essas respostas.

Entrevista para progresso de busca de emprego

Normalmente, no momento em que o candidato usou metade de seu seguro-desemprego, ele recebe uma carta pelos Correios convocando-o para participar de uma entrevista. Pode ser uma entrevista pessoalmente ou por telefone. O entrevistador faz as mesmas perguntas básicas feitas na solicitação inicial. Em seguida, o entrevistador sonda o progresso da busca de emprego, desde que o desempregado começou a receber o seguro. O entrevistador está interessado em planos e técnicas de busca de emprego, para ajustar os parâmetros de pesquisa e melhorar as chances de contratação. Com base nesta entrevista, o entrevistador envia um pacote com materiais informativos que ajudarão o candidato a encontrar um emprego.

Solicitação de entrevista para contratação

Dependendo do estado do requerente, esta chamada pode ser breve. O secretário solicita informações básicas de contato, atualiza processo do requerente e, em seguida, exige que o requerente envie uma solicitação de entrevista de emprego com um empregador. Os candidatos que não cumprirem com essa exigência podem não receber o benefício para essa semana e podem ter uma revisão de sua conta ​​para possível rescisão de benefícios. Muitos estados simplesmente enviam uma carta exigindo que o requerente solicite uma entrevista com o empregador.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível