Enxaqueca com dor no pescoço

Escrito por kristie jernigan | Traduzido por ana rodrigues
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Enxaqueca com dor no pescoço
O estresse e a tensão agravam as dores (Microsoft.com)

Muitos sofrem de enxaqueca, relatando uma dor no pescoço que parece ser causada pela dor de cabeça insuportável, ou até mesmo "causando" a própria dor de cabeça. O estresse e a tensão só agravam a situação. Como o pescoço torna-se cada vez mais duro e tenso como resultado desses episódios, pode desencadear problemas contínuos com a sua amplitude de movimento e capacidade de viver uma vida livre de dor.

Outras pessoas estão lendo

Os fatos

O Instituto Nacional de Problemas Neurológicos e AVC dos EUA relata que cerca de 45 milhões de americanos sofrem de enxaqueca, mesmo que apenas a cada poucos meses. Essas dores de cabeça não só podem causar dor extrema, mas também serem difíceis de tratar. A pesquisa feita pelo Dr. David M. Biondi relata que pacientes com enxaqueca geralmente têm a postura do pescoço alterada ou a amplitude de movimento reduzida, e estima-se que 64% das crises de enxaqueca envolvem dor no pescoço.

Causas

Dores de cabeça com dor de garganta são muitas vezes chamadas de dores de cabeça cervicogênicas ou dores de cabeça de contração muscular. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Dr. Biondi, uma dor de cabeça cervicogênica é caracterizada por dor hemicrânia e envolve as estruturas ósseas e tecidos moles do pescoço. A dor de cabeça de contração muscular é por vezes menos grave e pode ser causada pela contração de músculos do pescoço e da cabeça. O estresse e a tensão são os contribuintes para estes tipos de dores. Elas também podem ser causadas por uma lesão na área da cabeça e pescoço que não foi tratada de forma adequada (ou não foi tratada) com fisioterapia. Como resultado, os músculos podem tornar-se enfraquecidos, ficando mais suscetíveis à tensão e estresse.

Diagnóstico

O diagnóstico é feito por um neurologista, que irá fazer uma série de perguntas sobre os tipos, quantidade e gravidade de suas dores de cabeça. Quando a dor no pescoço é relatada, doenças como meningite precisam ser descartadas. Avaliações laboratoriais são necessárias para desconsiderar doenças sistêmicas que podem estar afetando negativamente os músculos e articulações. Testes como TC (tomografia computorizada) ou IRM (imagem de ressonância magnética) podem ser utilizados para determinar se existe algum agravante, tal como um tumor cerebral. Articulação zigapofisária, nervo cervical, ou bloqueio de ramo medial, feitos em um ambiente clínico, são utilizados para confirmar o diagnóstico de cefaléia cervicogênica, e ajudar o neurologista a determinar quais opções de tratamento são as melhores.

Enxaqueca com dor no pescoço
O diagnóstico é feito por um neurologista, que irá fazer uma série de perguntas sobre os tipos, quantidade e gravidade de suas dores de cabeça

Tratamento farmacológico

Muitos pacientes usam o tratamento farmacológico para gerenciar essas dores de cabeça. Os relaxantes musculares como a ciclobenzaprina podem ser usados para lidar com as contrações musculares de forma eficaz. Medicamentos - incluindo Zomig ou Imitrex - são comumente prescritos para tratar a enxaqueca, uma vez que ela já tenha surgido. Além disso, outros remédios podem ser prescritos como preventivos. Estes são tomados diariamente para tentar evitar ou reduzir o número de dores de cabeça que um paciente sofre. Nortriptilina, Depakote e Propranolol são comumente indicados para ajudar a alcançar esta ação preventiva.

Enxaqueca com dor no pescoço
Muitos pacientes usam o tratamento farmacológico para gerenciar essas dores de cabeça

Tratamentos físicos

O tratamento físico, como massagem terapêutica ou fisioterapia, é útil para algumas pessoas. Outros podem optar por consultar um quiroprático para ajudar a soltar os músculos e realinhar o corpo. Além disso, a acupuntura e acupressão são os tratamentos alternativos que muitos pacientes utilizam, e algumas pessoas que sofrem de enxaqueca julgam estas técnicas úteis para lidar com a dor da enxaqueca.

Prevenção

O Instituto Nacional de Problemas Neurológicos e AVC dos EUA relata que o exercício regular pode reduzir a frequência e a gravidade de enxaquecas. A realização de exercícios que fortaleçam o seu pescoço e músculos do ombro pode ser especialmente benéfica. Este fortalecimento pode ser alcançado através de atividades como ioga, natação, ou levantamento de peso.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível