Mais
×

Equipamentos usados por veterinários

Atualizado em 23 março, 2017

Veterinários usam equipamentos semelhantes aos utilizados por médicos, adaptados às necessidades de seus pacientes animais. Equipamentos modernos de veterinária variam de instrumentos cirúrgicos simples, incluindo bisturis e pinças de aço, a equipamentos de alta tecnologia com recursos de imagens sofisticadas. O objetivo final de todos esses equipamentos é dar ao veterinário as ferramentas que precisam para proporcionarem a seus pacientes os melhores cuidados e a recuperação mais confortável ​​possível.

Equipamentos veterinários para diagnóstico e tratamento ajudam os veterinários na prestação de uma assistência eficaz ao paciente (Stock pictures of hemostats used in surgical practice image by Albert Lozano from Fotolia.com)

Equipamentos de anestesia

O tipo de anestesia que um veterinário irá administrar depende do procedimento a ser realizado. Um paciente pode ter anestesia leve aplicada através de uma seringa ou por meio de gás anestésico a partir de uma inalação do ar do sistema de anestesia. Os sistemas com reinalação são geralmente usados ​​com animais com peso superior a 4,5 kg e recebem uma mistura de oxigênio e anestesia. O gás flui por um tanque de um vaporizador que converte anestésico no estado líquido para o estado gasoso, criando-se a mistura para os animais inalarem. Esses sistemas reciclam os gases expirados, extraindo o dióxido de carbono e repondo o oxigênio e o anestésico. No caso de animais pequenos, utiliza-se sistemas sem reinalação e também anestésico semelhante ao processo anterior, a diferença é que os gases são expirados através de uma mangueira.

Instrumentos cirúrgicos

Os veterinários usam muitos dos mesmos instrumentos cirúrgicos utilizados em uma sala de cirurgia de um hospital. São utilizados fórceps para remover tecido e objetos estranhos do corpo dos animais e uma tesoura como um instrumento de corte durante a cirurgia e para suturar. Bisturis de aço são comumente usados ​​para criar incisões, embora os veterinários estejam cada vez mais fazendo uso de bisturis a laser e sondas de eletrocirurgia para realizar procedimentos cirúrgicos. Esses instrumentos podem cauterizar as feridas, o que reduz as sensações desagradáveis no local da cirurgia e tornam o animal menos propenso a lamber ou arranhar a ferida. Além disso, também ajudam a reduzir hemorragias.

Equipamento de ultrassom

Equipamentos de ultrassom são usados para procedimentos de imagem não-invasivas em órgãos internos para detectar anomalias e sinais de doenças. Esses equipamentos direcionam as ondas sonoras a um órgão e a reflexão delas cria uma imagem em uma tela. A imagem é atualizada 30 vezes por segundo, permitindo que o veterinário veja em tempo real as imagens do órgão e como está o funcionamento do mesmo. Essa sequência de imagens, como se fosse um filme, pode ser gravada em um DVD ou salva em uma unidade do computador. Os procedimentos de ultrassom podem necessitar sedação caso o animal esteja ansioso, e a anestesia é usada quando um veterinário realiza procedimentos de ultrassonografia e biópsia simultaneamente.

Equipamento de raio-X

Os veterinários usam equipamento de raio-X para diagnosticar fraturas e identificar pedras na vesícula, tumores e corpos estranhos que um animal possa ter. Um anestésico leve ou sedativo é eventualmente necessário para garantir que o animal permaneça imóvel durante o processo. Muitos estão utilizando cada vez mais a tecnologia de raio-X digital, que pode salvar imagens em discos para portabilidade e facilidade de visualização e análise. O veterinário precisa de menos radiografias com essa tecnologia, expondo os animais a uma menor radiação, além do fato de que as imagens têm uma clareza muito maior do que aquelas obtidas com as chapas de raio-X tradicionais.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article