Mais
×

Os erros mais comuns nos currículos

Um currículo bem feito é o primeiro passo para conseguir a vaga dos seus sonhos
Getty Images

Introdução

Um currículo claro, bem escrito e com as informações certas pode ser a porta de entrada para o emprego dos seus sonhos. Esse documento é o primeiro contato que a empresa tem com você e suas experiências profissionais e, por isso, tem um papel muito importante na procura de uma oportunidade no mercado de trabalho. É preciso estar atento a pequenos detalhes que podem fazer a diferença e evitar deslizes para ganhar destaque frente aos outros concorrentes pela vaga. Veja os erros mais comuns cometidos na hora de escrever um currículo e aumente suas chances de conseguir um trabalho.

Não é preciso incluir todos os seus documentos e dados pessoais no curriculo
opolja/iStock/Getty Images

Informações pessoais além do necessário

É preciso ter cuidado ao incluir seus dados pessoais no currículo. Escreva apenas seu nome completo, idade, nacionalidade e informações de contato, incluindo telefone, celular e e-mail. Não é necessário informar os números de seus documentos. Esses dados devem ser fornecidos apenas em caso de contratação. É preciso cuidado com sua segurança pessoal, pois esse documento pode passar por muitas mãos antes de chegar ao seu examinador.

Aposte num layout simples e discreto para seu currículo
Alberto Bogo/iStock/Getty Images

Muitos detalhes e cores no documento

A aparência e organização do seu currículo fazem diferença na seleção. Não exagere no design do documento e evite misturar muitas fontes e cores. Nem sempre é bom investir na criatividade e inovação nesses casos, preferindo um currículo sóbrio e discreto, com fontes tradicionais, nem muito pequenas ou muito grandes, e na cor preta. Se necessário, imprima uma cópia em casa para verificar como fica a visualização no papel.

John Rowley/Digital Vision/Getty Images

Informações irrelevantes

Foco é a palavra-chave na hora de elaborar seu currículo. Deixe claro seu objetivo profissional, incluindo informações relevantes e que correspondam a esse interesse. Não é preciso listar todos os cursos que você assistiu ao longo da sua vida, mas que não agregam valor algum à vaga requisitada. Inclua a data de início e conclusão das atividades de que já participou. Além disso, seu currículo pode precisar de alterações de acordo com a oportunidade para a qual você se candidata: escreva um CV específico para cada vaga desejada.

Não esconda ou minta a sua idade no currículo
g-stockstudio/iStock/Getty Images

Ocultar idade

Alguns profissionais imaginam que ocultar a idade pode significar ser chamado para mais entrevistas, enquanto, na verdade, essa atitude passa a impressão de que você pretende ocultar informações. Sua idade pode inclusive ser relevante na escolha para preencher a vaga, para que se construa uma ideia do seu perfil. A informação pode significar maturidade pessoal e profissional.

Temas como a pretensão salarial devem ser discutidos na entrevista
rodrigobellizzi/iStock/Getty Images

Incluir a pretensão salarial

Assuntos como o salário e os benefícios da contratação devem ser comentados durante a entrevista, onde você pode apresentar com clareza as qualificações que correspondam ao salário pretendido. Mencionar o assunto no currículo pode fazer com que você perca a oportunidade de trabalho ou a negociação da faixa salarial. Cite a informação apenas se for uma exigência.

Seu currículo deve ter foco profissional
Comstock Images/Stockbyte/Getty Images

Exagerar nas qualificações e interesses pessoais

Seu currículo deve privilegiar sua formação profissional e não seus hobbies e personalidade. Estes poderão ser melhor expostos ao longo da entrevista ou possíveis dinâmicas de grupo. No currículo, foque nas suas experiências profissionais anteriores (com data de ingresso e desligamento das empresas), resultados obtidos e conquistas. Os recrutadores recebem uma boa quantidade de currículos para serem avaliados e são essas as informações mais importantes para eles.

Revise seu currículo antes de enviá-lo para a empresa
Comstock/Stockbyte/Getty Images

Erros gramaticais

Erros de grafia ou gramaticais podem significar que você não tomou a devida atenção antes de apresentar seu currículo. Revise-o antes de enviá-lo para qualquer empresa, pois esse erro pode eliminá-lo rapidamente da etapa seguinte do processo seletivo. Além disso, a revisão também auxilia na atualização de informações antigas, como meios de contato antigos.

Não minta sobre qualificações que não possui
Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Mentiras

Não inclua qualificações, cursos, experiências ou realizações que você não tem. Se você não possui um bom nível de determinada língua estrangeira, não aumente sua fluência, por exemplo. Seja honesto. Você poderá mais tarde ter que comprovar tais informações ou até mesmo ser descartado caso o selecionador perceba algum ponto contraditório ou procure checar suas referências profissionais.

Currículos muito extensos não são atrativos para os recrutadores
Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Currículo muito extenso

Não é preciso contar toda sua trajetória profissional no currículo. Privilegie as informações relevantes para a vaga em que está se candidatanto. Seja claro, conciso e organize as informações em pequenos tópicos, por exemplo. Você poderá se aprofundar nas suas realizações durante a entrevista. Evite apresentar um currículo com mais de duas páginas: documentos muito extensos podem desestimular o recrutador na leitura.

Inclua sua foto apenas se for uma exigência para a vaga
Michael Blann/Digital Vision/Getty Images

Incluir foto no currículo

O uso da foto no currículo deve ser evitado, a não ser em casos em que sua presença é uma exigência ou relevante para a vaga que será ocupada. O que deve estar em destaque são suas habilidades profissionais, e não sua aparência física.

Escreva um e-mail breve e simples ao anexar seu currículo
Photodisc/Photodisc/Getty Images

E-mails inadequados

Se o seu currículo deve ser enviado por e-mail, seja breve no seu texto de apresentação. Não adianta tentar persuadir o recrutador a contratá-lo ou tentar resumir suas habilidades na mensagem. Atitudes como essas diminuem sua imagem de profissionalismo e credibilidade. Envie uma carta de apresentação apenas se essa for uma exigência da empresa.