Os erros gramaticais mais comuns e bobos da língua portuguesa

Escrito por maria carolina bastos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os erros gramaticais mais comuns e bobos da língua portuguesa
O uso correto do português é fundamental principalmente na hora de escrever (John Howard/Digital Vision/Getty Images)

A sétima língua mais falada do mundo, o português também se mostra uma das línguas mais complexas. Seja pela acentuação, sonoridade ou até diferentes usos de uma mesma palavra, podemos cometer erros ortográficos por falta de atenção ou conhecimento. Algumas dicas podem ajudá-lo a evitar vexames na hora de falar ou de escrever em português, melhorando seu vocabulário e redação.

Outras pessoas estão lendo

Mas ou Mais?

Com sonoridade muito parecida mas significados completamente diferentes, as palavras "mas" ou "mais" podem comprometer um texto. No entanto, é muito fácil lembrar em que situações podemos usar as duas palavras. "Mas" é uma preposição adversativa. Ou seja, em um sentido geral ela indica uma contrariedade ao que se está expondo. Exemplo: "Estava na festa, mas ela não estava divertida". Já o termo "mais" representa uma adição. Exemplo: "Vou ligar mais uma vez". Outra opção para utilizar "mas" de maneira correta é substituir a palavra por "porém".

Mal ou Mau, Bem ou Bom?

Quando devo usar "mal" e quando usar "mau"? E quando empregar "bem" ou "bom"? Para acabar com a confusão, basta seguir uma regra simples: "mal" é o oposto de "bem" e "mau" é antônimo de "bom". "Mal" e "bem" podem ser advérbios, modificando o estado do verbo ("Você passou mal na escola"), conjunções, conectando orações ("Mal pude esperá-lo"), e substantivos ("Ele é meu bem"). "Mau" e "bom" são adjetivos e dão qualidades a um substantivo ("Você é um bom/mau profissional").

Por que, Porque, Por quê ou Porquê?

Porquês são mecanismos que precisam de atenção quando usados. Para facilitar a associação, use o processo de substituição. "Por quê" pode substituir "por qual motivo" no fim de uma frase. Exemplo: "Você vai deixá-lo por quê?". É importante ressaltar que ele será acentuado quanto vier antes de um ponto, seja ele interrogativo, exclamativo ou final. "Porquê" pode ser usado no lugar de "o motivo". Exemplo: "Não entendo o porquê de deixá-lo." "Por que" pode substituir "por que motivo". Exemplo: "Por que você vai deixá-lo?". "Por que" também pode ser usado em substituição à expressão "pelo qual" e suas flexões: pela qual, pelos quais, pelas quais. Exemplo: "Não sei bem por que motivo vou deixá-lo. "Porque" pode substituir aproximadamente "pois", "uma vez que" e "para que". Exemplo: "Vou deixá-lo porque não o amo".

Há ou A?

Outra dúvida recorrente é na utilização de "há" e "a" em uma frase que indica a passagem de tempo. "Há" indica um tempo que já passou. Exemplo: "Não visito Jorge há algum tempo". Por sua vez, "a" indica um tempo que ainda virá. "Vou visitá-lo daqui a alguns meses."

Menos ou Menas?

Só existe uma forma correta de escrever esta palavra: "menos". O termo "menas" não existe na língua portuguesa. "Menos" é uma palavra invariável que indica algo em menor número, em menor quantidade, numa posição inferior.

Aonde ou Onde?

"Aonde" ou "onde" também podem ser um pouco confusos, mas podem ser diferenciados por algumas dicas. "Onde" pode ser usado para se referir a espaços físicos ("Aqui é onde vou dormir") ou com verbos estáticos ("Não sei onde o perdi"). "Aonde" será utilizada em verbos que indicam movimento e como contração de "para onde". Se você puder escrever a sentença utilizando "para onde", "onde" não poderá ser utilizado ("Ele não disse aonde vai").

Traz ou trás?

Em uma conversa é impossível destacar qual das duas palavras está sendo dita, mas em um texto escrito, o erro pode ser facilmente evidenciado. A palavra "trás" é um advérbio de lugar que tem o mesmo significado que "detrás" ou "atrás". Exemplo: "Vou pegar a mochila no banco de trás". Já a palavra "traz" é uma conjugação do verbo trazer e tem significado de transportar, conduzir. Exemplo: "O verão nos traz de volta o calor".

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível