Erupções de pele em weimaraners

Escrito por kathryn hatashita-lee | Traduzido por camille sampaio
Erupções de pele em weimaraners
Um weimaraner pode pegar pulgas ou carrapatos explorando o lado de fora (hunting dog sporting pet blue weimaraner image by Paul Retherford from Fotolia.com)

Weimaraners, nomeados em homenagem ao Grande Duque de Weimar, pertencem ao grupo de cães de caça. Originalmente criados para caçar leões, os "Fantasmas Cinzentos" possuem um forte instinto de caça, mas podem sofrer de erupções irritativas na pele causadas por pequenas pulgas e ácaros, alimentos, bactérias e alérgenos. Os donos devem procurar a opinião de um veterinário para determinar a causa do problema ou condições subjacentes. Um cão weimaraner abatido e com muita coceira pode desenvolver perda de apetite, problemas gastrointestinais, irritabilidade ou agressividade.

Erupções por carrapatos

O carrapato Dermacentor e o carrapato estrela podem transmitir a bactéria Rickettsia rickettsii, que causa a febre maculosa. Um weimaraner pode pegar carrapatos de arbustos ou do solo. Esses parasitas se alimentam do sangue do hospedeiro. Lesões na pele, como erupções, e rigidez, febre e problemas neurológicos podem se desenvolver.

Erupções por ácaros

Ácaros podem causar dois tipos de sarna: demodécica e sarcóptica. Sinais de sarna demodécica incluem falta de pelos, manchas e irritações ao redor dos olhos, da boca e na frente das pernas, que podem levar a muitos pontos de perda de pelo. Ácaros demodécicos acumulam-se em folículos pilosos e fazem a pele do weimaraner reagir com exsudação e feridas duras aparecendo como erupções cutâneas. O ácaro parasita Sarcoptes scabei provoca sarna sarcóptica, "escavando" a pele do weimaraner para depositar os ovos. Os locais preferidos incluem pele sem pelos, como orelhas, cotovelos e partes do abdômen. Os cães reagem mordendo-se repetidamente. Os sintomas aparecem como vermelhidão, pele escamosa, perda de pelo nas orelhas, cotovelos e focinho e pontas da orelha endurecidas. A queda de pelo pode se desenvolver ao longo do corpo do cão. Danos à pele e possíveis infecções secundárias podem se desenvolver e requerem atenção veterinária.

Alergias a pulgas

As erupções aparecem quando as pulgas estão presentes. Quando uma pulga morde um cachorro, ele reage à saliva dela. Conforme o cão se coça, o ciclo se desenvolve. Uma infecção cutânea bacteriana conhecida como Staphylococcus produz sintomas similares à alergia às pulgas. Um veterinário pode determinar a causa das erupções.

Queimadura solar

A pele de um cão precisa de proteção da radiação ultravioleta (UV) para evitar danos que podem aparecer como vermelhidão, textura mais grossa ou manchas brancas na queimadura solar, dependendo do grau da queimadura. De acordo com o site Sun Block, os weimaraners são predispostos ao câncer, especialmente o carcinoma celular escamoso causado pela radiação UV e queimaduras solares. As ulcerações cutâneas podem promover infecções bacterianas, fúngicas e parasitárias.

Alergias alimentares

As alergias alimentares podem desencadear comichões, irritações, coceira excessiva, perda de pelo e esfregação do focinho. Alérgenos que causam reações incluem milho e trigo, usados em alguns produtos alimentícios caninos comerciais. Outros sintomas incluem diarreia, vômitos, espirros, convulsões e mudanças de comportamento. Alimentos caninos hipoalergênicos podem evitar alergias e reduzir ou eliminar o problema.

Alergias atópicas

Weimaraners podem desenvolver alergias atópicas pelo contato da pele com substâncias químicas presentes em sabão em pó, sabonete, shampoo, álcool e outros produtos. Uma boa limpeza e a remoção dessas substâncias irritativas pode reduzir o problema. Um veterinário pode sugerir um shampoo hipoalergênico para remover os alérgenos fixados nos pelos do cão e aliviar a coceira.