Ervas para relaxar a bexiga e a próstata

Escrito por contributing writer | Traduzido por wanderson andrade
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Ervas para relaxar a bexiga e a próstata
Plantas medicinais são usadas no tratamento de problemas da bexiga e da próstata (Image by Flickr.com, courtesy of Mikael Miettinen)

Muitos medicamentos estão disponíveis para tratar problemas da bexiga e da próstata masculina, mas alguns dos efeitos colaterais que acompanham o uso desses medicamentos podem ser piores que os sintomas que você está enfrentando. Com isso, muitos homens estão optando pela medicina natural para relaxar a bexiga e os músculos prostáticos.

Outras pessoas estão lendo

Medicina natural

Uma variedade de ervas são capazes de relaxar os músculos da bexiga e da próstata, como o extrato de Pygeum africanum, urtiga, cernilton e extrato de palmeira-anã. O mais comumente utilizado é o último, por causa dos resultados positivos que produz. Essas ervas podem ser compradas em lojas de suplementos dietéticos.

Extrato de palmeira-anã

Foi descoberto há muitos séculos que a palmeira-anã promove a eliminação da DHT (diidrotestosterona), diminuindo os níveis de estrogênio. O DHT é o hormônio que provoca inflamação da próstata. Quando ela aumenta, aperta o conduto que transporta a urina da bexiga e provoca sua retenção (problemas prostáticos), que é inicialmente, o resultado de uma mudança dos níveis hormonais. Essa erva inibe qualquer alteração dos níveis de hormônios, de modo que o músculo da uretra comece a relaxar e permite que a urina flua naturalmente. Uma vez que começar a tomá-la, os resultados deverão ser vistos precocemente.

Efeitos colaterais da palmeira-anã

Essa é uma pequena palmeira, nativa do sudeste dos Estados Unidos. Ela está disponível sob a forma de extrato líquido, moída, bagas inteiras, fruto seco, comprimidos, cápsulas ou chá. Existem alguns efeitos colaterais que podem ocorrer com essa erva, como desconforto gástrico, sensibilidade mamária ou perda de libido.

Urtiga

A urtiga foi descoberta na Europa, desde os tempos medievais, e foi usada principalmente no tratamento de condições relacionadas aos músculos e articulações. Hoje, é usada principalmente no tratamento de problemas urinários durante os estágios iniciais de um aumento da próstata. Quando usada em combinação com a palmeira anã, possui resultados impressionantes. Ajuda na redução do fluxo urinário, esvaziamento incompleto da bexiga e alivia a necessidade constante de urinar.

Receita do extrato de redução prostática

Experimente esta receita de ervas para fazer um extrato, a fim de relaxar os músculos da bexiga e da próstata e, também use-o como um tratamento de manutenção diário. Os ingredientes dessas ervas demonstraram sua capacidade de inibir a DHT, um hormônio que provoca inflamação da próstata. Essas ervas não alteram o nível de testosterona ou de outros hormônios. Misture: 14 g de extrato de raiz de urtiga, de raiz de salsaparrilha e de raiz de inhame selvagem, de raiz de equinácea e folhas de Chimaphila umbellata ou de uva-de-urso. 28 g de extrato das bagas de palmeira-anã. Prescrição: Tome 1/2 gota três vezes por dia. Manutenção: Tome uma vez ao dia.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível