Escape durante a menopausa

Escrito por luanne kelchner | Traduzido por marcella narvaes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Escape durante a menopausa
Há vários motivos para uma mulher apresentar escapes durante a menopausa (Christopher Robbins/Photodisc/Getty Images)

Uma mulher tecnicamente atinge a menopausa 12 meses após seu último ciclo menstrual. O período anterior é chamado de perimenopausa, e é durante essa época que muitas mulheres sentem os sintomas e apresentam uma menstruação irregular. Um escape durante a menopausa pode ser causado por várias razões, e deve ser avaliado pelo seu médico.

Outras pessoas estão lendo

Perimenopausa

A perimenopausa é o período que antecede a entrada oficial da mulher na menopausa. Durante esse fase, seu ciclo menstrual é irregular, fazendo-a acreditar que já alcançou a menopausa. Menstruações irregulares são comuns e podem ser confundidas com simples escapes.

Os sintomas da perimenopausa ocorrem conforme o nível de estrogênio é reduzido, levando à menopausa. É um erro comum que esse estágio seja confundindo com a menopausa em si, mas ele pode durar de dois a dez anos. Durante esse período, escapes ou menstruações leves não são incomuns.

Sangramento após a menopausa

Uma mulher atinge a menopausa 12 meses após seu último ciclo menstrual. Quando um sangramento ocorre depois que uma mulher já está nessa fase, um médico deve ser consultado. Sua causa pode ser inofensiva, mas outros problemas sérios também devem ser considerados. O sangramento que ocorre no estágio da perimenopausa é considerado um ciclo irregular, e não é motivo para preocupação. Lembre-se que, durante essa fase, você ainda pode engravidar. Contanto que haja menstruação, a gravidez ainda é uma possibilidade.

Avaliação do médico

Para determinar a causa de um escape durante a menopausa, o médico solicitará vários exames. Os testes provavelmente incluirão exames de preventivo e de sangue para determinar os níveis de hormônios. Ele também irá conduzir um exame para certificar-se de que os ovários e úteros estão intactos e normais.

O sangramento após a menopausa não é necessariamente uma preocupação, mas é importante descobrir a causa e tratar qualquer motivo mais sério de sangramentos vaginais após esse período.

Causas

Uma terapia de reposição hormonal pode causar espinhas ou escapes. Algumas mulheres apresentam menstruação anos após acreditarem ter entrado na menopausa, o que significa que elas ainda não a haviam atingido de fato.

Uma causa mais séria para o sangramento é o desenvolvimento de células anormais no útero, a chamada hiperplasia do endométrio, que é uma doença relativamente menos séria, ou pode ser um sinal de câncer uterino. Ambas as condições podem ser tratadas com sucesso.

Tratamento

O tratamento dependerá da causa do sangramento. Causas hormonais podem ser corrigidas com o equilíbrio dos níveis hormonais através da terapia de reposição.

Para outras causas, uma biópsia endometrial determinará as opções de tratamento disponíveis, baseado-se nos resultados dos testes.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível