×
Loading ...

Como escolher o diodo correto

Atualizado em 29 julho, 2018

Diodos são como válvulas eletrônicas que só permitem o fluxo de corrente em uma direção. Caso você esteja projetando um circuito que utiliza diodos, será necessário levar em consideração os limites deles. Os diodos suportam uma corrente máxima nominal e acima disso, é possível queimar o componente. Eles também possuem um limite de voltagem no sentido inverso que, caso seja excedido, o componente passa a conduzir eletricidade podendo causar danos. Além disso, os diodos são disponibilizados em diferentes encapsulamentos, com terminais ou em formatos para montagem superficial (SMD).

Instruções

Os diodos existem em vários tamanhos, formatos e classificações elétricas (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)
  1. Avalie o esquemático no ponto onde o diodo será localizado. Determine a corrente máxima que fluirá através daquele ponto e escreva o valor encontrado. Determine a voltagem máxima que o diodo deverá suportar. Voltagem é a diferença de potencial entre dois pontos, logo, se um lado do diodo está com 25 V e o outro 5 V, 25 - 5 = 20 V. Escreva o valor da voltagem.

    Loading...
  2. Multiplique o valor da voltagem por 1,25 e escreva o resultado. Faça o mesmo para o valor da corrente. Esses serão as estimativas mínimas. Multiplique o valor da voltagem e da corrente por 2,5 e escreva os resultados, que serão as estimativas máximas. Caso você não encontre o diodo exato, é possível utilizar um que exceda esses valores estimados. Por exemplo, se a voltagem máxima do circuito é de 15 V e o diodo com o menor valor disponível no catálogo é de 100 V, é perfeitamente seguro utilizar o de 100 V. Não utilize um componente com um valor inferior ao valor da estimativa mínima que você encontrou.

  3. Determine como você vai construir o circuito. Caso o diodo seja classificado para uma corrente muito maior que 5 A, talvez será necessário montá-lo em um dissipador de metal. Caso você estiver utilizando componentes de montagem em superfície (SMD), será necessário procurar por diodos com esse tipo de encapsulamento.

  4. Abra o catálogo e pesquise na seção de diodos, começando pela menor classificação de voltagem equivalente ao seu diodo e então, procure por valores de corrente parecidas. O catálogo lista a voltagem do diodo como tensão inversa de pico (Peak Inverse Voltage - PIV) ou tensão reversa de pico (Peak Reverse Voltage - PRV). Ele lista a classificação de corrente como corrente média no sentido direto, corrente inversa (ou reversa) e corrente direta CC. Se o diodo estiver retificando CA de 60 Hz, utilize o valor de corrente média no sentido direto. Caso o diodo seja utilizado com pulsos de corrente periódicos, utilize a classificação de corrente inversa. De outro modo, utilize o valor de corrente direta CC para encontrar o diodo correto. Certifique-se de escolher um encapsulamento apropriado para o seu projeto em termos de terminais ou de montagem em superfície.

Loading...

Dicas

  • Se você escolher um diodo com uma classificação muito maior que os valores máximos calculados, ele funcionará no seu circuito porém será caro e grande. Caso você utilize diodos classificados com valores iguais ou entre os valores mínimos e máximos calculados, eles funcionarão com segurança e você economizará dinheiro.

O que você precisa

  • Lápis e papel
  • Calculadora
  • Esquemático do circuito
  • Catálogo do semiconductor

Referências

Loading ...
Loading ...