Como escrever uma autobiografia de um personagem fictício

Escrito por lauren vork | Traduzido por elisa dias
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como escrever uma autobiografia de um personagem fictício
Autobiografia fictícia: faça um estudo cuidadoso do personagem em questão (Jupiterimages/BananaStock/Getty Images)

Autobiografias ganham um novo ângulo quando são fictícias ou escritas sobre um personagem irreal com o ponto de vista dele. Esse pode ser um jeito efetivo de conectar-se mais a fundo com seus próprios personagens ou com aqueles literários já conhecidos, como um exercício de leitura de compreensão e apreciação. Para escrever uma autobiografia fictícia detalhada, correta e rica, faça um estudo cuidadoso do personagem em questão.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Livro ou história original
  • Papel para anotações

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Determine qual nível de alfabetização o personagem possui e tente imaginar como é seu estilo de escrita. Veja o "canon" (livro, filme ou peça original) para descobrir se há alguma dica sobre sua criação e educação que poderia te dizer qual tipo de educação literária ele tem. Uma outra alternativa é imaginar que a autobiografia está sendo ditada ou falada ao invés de escrita; essa será uma boa opção se o personagem for analfabeto ou possuir um nível baixo de alfabetização.

  2. 2

    Examine o "canon" e veja os diálogos do personagem. Decida se o personagem tende a escrever do mesmo jeito que fala; se ele for introvertido e tímido, você talvez decida fazer o estilo de escrita dele mais prolixo; mas se ele for extrovertido, o estilo de escrita deverá ser mais próximo ao seu jeito de falar. Procure por idiossincrasias diferentes como gírias ou metáforas. Não há resposta certa ou errada, mas quanto mais características distintas puder tirar do texto, melhor será.

  3. 3

    Faça alguns exercícios de escrita preliminares para te ajudar a determinar a voz do personagem. Escreva pequenos recontos de histórias populares, como contos de fada, como se fossem contados pelo personagem.

  4. 4

    Escreva, você mesmo, um resumo da vida do personagem. Comece com todos os detalhes e dicas achadas no "canon", depois preencha os vazios com os eventos que você mesmo criou. Faça um resumo detalhado; quanto mais eventos incluir, mais rica poderá ficar a autobiografia, mesmo se todos os detalhes não forem colocados no rascunho final.

  5. 5

    Olhe para o resumo e se pergunte sobre as inclinações do personagem quanto aos eventos da história. Decida quais dos eventos de sua vida são mais importantes; as coisas mais relevantes devem ser contadas em detalhes e através de piadas, enquanto as menos importantes devem ser resumidas. Decida se o personagem pode omitir alguns detalhes ou até mentir sobre eles.

  6. 6

    Faça um pequeno grupo de anotações sobre cada pessoa importante na vida do personagem. Resuma como ele se sente e pensa sobre cada uma dessas pessoas.

  7. 7

    Faça um rascunho da autobiografia na mentalidade do personagem. Gaste um pouco de tempo antes de cada sessão tentando se imaginar como o personagem. Pense em como você se sente sobre o processo de escrever e em que tipo de situação está escrevendo. Imagine as emoções que aparecem enquanto escreve sobre os eventos e como isso afetará o jeito de contar a história.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível