Educação e ciência

Como escrever uma carta apropriada para alguém na prisão ou cadeia

Escrito por melissa voelker | Traduzido por ricardo guardati
Como escrever uma carta apropriada para alguém na prisão ou cadeia

Aprenda as regras: Até mesmo algumas cores de tinta podem ser restritas em cartas para a prisão

Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images

Se você tem um amigo ou membro da família na prisão - ou se decidir se corresponder com um preso que você nunca conheceu antes - você precisará aprender algumas regras e regulamentos para enviar correspondência regularmente para a pessoa. Cada centro de detenção, quer estadual ou federal, terá políticas diferentes sobre que tipo de artigos de papelaria usar, o conteúdo que você pode incluir e a linguagem permitida.

Nível de Dificuldade:
Moderada

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Siga todas as orientações sobre os tipos de papel ou caneta que podem ser usados. Em alguns centros de detenção, você não pode usar qualquer cor de caneta, exceto azul ou preta. Você também pode ser limitado a apenas usar papel de caderno ou sulfite. Podem haver regras que não permitem que você digite suas cartas, somente que as escreva à mão. Saiba quais as restrições do centro de detenção onde seu ente querido está.

  2. 2

    Cuidado com a linguagem. As autoridades do centro de detenção vão ler suas cartas antes do detento, e vão censurar sua linguagem se acharem necessário. Talvez você consiga passar com alguns conteúdos para "adultos", mas a carta pode ser jogada fora se for considerada muito pornográfica ou inadequada para um preso.

  3. 3

    Censure seu conteúdo, pois as autoridades vão fazê-lo se você não o fizer. Não escreva sobre como é horrível o sistema prisional. Evite dizer coisas polêmicas sobre o governo ou agências de policiamento. Também não é uma boa idéia incluir qualquer informação sobre algum caso ou uma acusação contra alguém. Tudo o que disser pode ser usado contra o preso.

  4. 4

    Coloque o número de classificação do prisioneiro em todas as cartas que você enviar. Mesmo se você enviar uma carta por dia, sem o número de classificação do preso, ela pode não chegar à pessoa a quem deveria chegar. A maioria dos centros de detenção têm centenas ou mesmo milhares de presos, e geralmente eles não são conhecidos por seus nomes ou sobrenomes.

  5. 5

    Não inclua nenhum artigo, história ou imagem que possa ser considerada ofensiva. Histórias sobre rebeliões, maus tratos em centros de detenção e falta de direito dos presos não serão repassadas. Elas podem ser descartadas imediatamente, e as autoridades não mais permitirão que você envie uma mensagem para nenhum preso.

Dicas & Advertências

  • Mantenha suas cartas em bom astral, de maneira a iluminar o dia do presidiário.
  • Não escreva sobre assuntos que você sabe que vão chatear o prisioneiro.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media