Como escrever uma carta para solicitar uma doação

Escrito por david b. ryan | Traduzido por josé fabián
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como escrever uma carta para solicitar uma doação
Uma carta de solicitação de doação profissional é uma ferramenta necessária para angariação de fundos. (glasses on the paper image by Elena Vdovina from Fotolia.com)

Atrair doações é uma preocupação primordial para organizações sem fins lucrativos e projetos cívicos. Uma carta profissional e efetiva de pedido de doação é uma ferramenta necessária para angariação de fundos e pode ajudar a aumentar a visibilidade da sua organização ou grupo. Pesquisar possíveis doadores e construir um banco de dados de nomes e organizações é uma chave para o sucesso, mas a capacidade de escrever uma carta de pedido de doação tem um impacto ainda maior sobre o sucesso da captação de recursos.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Programa de processamento de texto
  • Impressora

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Procure por doadores potenciais através da Internet. Procure por empresas pequenas além de grandes fundações e organizações de concessão . Às vezes, uma pequena empresa local irá ajudá-lo a alcançar seu objetivo. As fundações têm um processo de aplicação rigorosa, uma linha de tempo para subvenções e concorrência substancial para os fundos disponíveis, mas um simples apelo a uma empresa local de espírito cívico pode render uma doação surpreendentemente generosa.

  2. 2

    Encontre um contato adequado. Encaminhe sua carta a uma pessoa real que esteja em uma posição para autorizar a doação. Começar a sua carta com "A quem possa interessar" ou "Estimado Mercado" tem poucas chances de atrair a atenção do funcionário certo. Os nomes de funcionários não podem aparecer em sites de empresas. Um telefonema discreto a uma recepcionista ou funcionário, perguntando com quem entrar em contato para doações, pode dar-lhe o nome que você precisa.

  3. 3

    Organize a carta corretamente. Comece-a com uma descrição vívida e legível do trabalho da sua organização, e destaque uma história de sucesso recente. Continue com algumas estatísticas gerais para impressionar a pessoa contactada com a eficiência e eficácia da sua organização. Em seguida, descreva em detalhe o projeto ou esforço atual para o qual a doação é necessária e quem será beneficiado. Inclua todas as informações de contato: telefone, fax e e-mail, e finalize convidando a pessoa a entrar em contato com você, se qualquer informação adicional for necessária. Por fim, circule a carta entre os seus colegas para revisões e sugestões.

  4. 4

    Peça doações que não sejam necessariamente em dinheiro. Muitos doadores potenciais não têm dinheiro para dar, mas irão fornecer doações como materiais, impressão, empréstimo de funcionários como voluntários ou espaço. Um valor monetário concreto pode ser avaliado por muitas doações dedutíveis para o doador. Tais doações podem dar um sentido maior de participação aos doadores, e alguns são relutantes a dar dinheiro.

  5. 5

    Prossiga com um telefonema para a pessoa contactada uns dias depois do envio da carta. Pergunte se a carta foi recebida e se ele pode ser capaz de ajudar. Se a resposta for não, seja gentil e agradeça-lhe pelo seu tempo (ele pode tornar-se um contato valioso mais tarde). Se houver interesse, comunique quanto dinheiro ou suporte você está procurando. Mesmo que um doador possa ajudar com apenas uma pequena parte da sua necessidade, aceite a oferta e agradeça-lhe o apoio. Convide os doadores a assistirem ou participarem do seu projeto.

  6. 6

    Mantenha registros de doações e envie cartas de agradecimento. Os doadores muitas vezes estão dispostos a contribuir novamente quando é mostrado a eles como suas contribuições foram aproveitadas. Cartas de acompanhamento podem ajudar neste esforço. Pergunte se existe alguma coisa que você possa fazer para ajudá-los como uma troca do favor.

Dicas & Advertências

  • Uma vez que você crie uma carta de pedido de doação bem-sucedida, salve-a como um modelo para uso futuro. No entanto, não envie a carta idêntica à mesma pessoa no próximo ano.
  • Mantenha o controle de mudanças de pessoal em organizações doadoras.
  • A maioria das organizações locais têm um limite para o que podem dar, por isso não volte à mesma organização com muita frequência. Pode ser melhor ter 10 doadores que contribuam em pequenas quantidades do que uma suportando todo o projeto, no caso de a organização ser, inesperadamente, incapaz de ajudar da próxima vez.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível