Como escrever um depoimento de testemunha de caráter

Escrito por laura reynolds | Traduzido por bianca amorim
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como escrever um depoimento de testemunha de caráter
É uma boa alternativa escrever seu testemunho antes de comparecer à corte (DRW & Associates Inc)

Testemunhas de caráter geralmente são convocadas para depor em casos civis -- mais comumente em cortes de família, como guarda de crianças -- em que a ética e valores pessoais de uma das partes estão em cheque. Também podem ser usados em casos criminais, para sentenças ou audições comportamentais. Depoimentos escritos raramente são aceitos quando a testemunha / autor pode aparecer pessoalmente. Contudo, mesmo se puder comparecer à corte, é melhor escrever sua fala previamente.

Nível de dificuldade:
Fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Computador ou máquina de escrever
  • Papel
  • Dicionário
  • Caneta azul ou preta

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Faça uma lista dos pontos positivos do caráter daquele sobre quem testemunha. Foque nas qualidades reconhecidas por todos, como honestidade e integridade. Então faça uma segunda lista de qualidade que podem ter um efeito positivo (como não fazer algo com cujas consequências não possa arcar ou uma tendência mínima de "mentiras boas"). Se sua lista causar dúvidas sobre a primeira, você não deve testemunhar -- o advogado da outra parte usará essas colocações na corte.

  2. 2

    Escreva seu testemunho na forma de uma carta de referência de caráter. Dirija-a para a corte ou "para aqueles interessados". Explique o quanto conhece a pessoa em questão e em que condições. Concentre-se na experiência que tiver relação direta com o assunto, especialmente se sobre quem fala é seu conhecido por um longo tempo.

  3. 3

    Liste quatro ou cinco características positivas com relação próxima à questão. Se o problema for furto ou roubo, você pode querer enfatizar situações em que o acusado demostrou honestidade ou resistiu à tentação de fazer algo errado. Outras situações dignas de nota são aquelas que requerem estabilidade, preocupação pelos outros ou paciência. Deixe de lado suas reações às ações do réu ou situações que partilharam -- elas não são relevantes para o problema atual de seu amigo. Qualquer comentário pessoal deve se relacionar em algum aspecto ao caráter do acusado.

  4. 4

    Declare o mais breve e objetivamente aquilo que sabe pessoalmente sobre o réu. Esteja preparado para sustentar suas afirmações com exemplos adicionais. Seu testemunho pode ajudar algumas pessoas a compreenderem o porquê de algo ter acontecido. Contudo, evite tirar conclusões sobre o acusado "poder ter feito" a presente questão. Esse trabalho pertence ao júri ou juiz.

    Seja o mais breve possível, use não mais que uma página para chegar onde quer. Nunca use uma prosa extravagante ou palavras peculiares. Escreva seu testemunho da forma mais simples possível para que seja facilmente compreendido. Antes de imprimi-lo, peça a diversas pessoas, que não conhecem o seu amigo, que leiam seu depoimento e digam se está fácil de compreender.

  5. 5

    Imprima seu depoimento em um computador ou processador de texto. Cheque com o advogado ou com a corte se há um formulário específico para um depoimento de caráter. Geralmente, um formulário de declaração juramentada é disponibilizado pelo tribunal. Se não houver um formulário específico, escreva-o com sua própria letra. Ao invés de colocar a data no cabeçalho da página, coloque-a com sua assinatura após o texto. Caso vá ser usado como declaração -- um depoimento ou testamento -- precisa ser assinado por uma terceira pessoa como testemunha. O advogado que solicitou o depoimento de caráter vai ajudá-lo com essa parte do processo.

Dicas & Advertências

  • Evite usar fontes decoradas em seu testemunho, prefira uma com tamanho de negócios (11 ou 12) e assine seu depoimento com tinta azul ou preta para assegurar que esteja de acordo com as regras de um documento legal. Outros formatos podem ser aceitos, mas não serão tão respeitáveis.
  • Se for chamado para testemunhar, você provavelmente não lerá todo seu depoimento na corte, mas pode pedir para consultá-lo para "refrescar sua memória".
  • Não peça ao advogado de seu amigo ajuda para escrever ou revisar seu depoimento -- ele pode ser acusado pelo adversário de lhe dizer o que escrever.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível