Como escrever uma história fictícia para alunos de 6ª série

Escrito por lee johnson Google | Traduzido por francine silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como escrever uma história fictícia para alunos de 6ª série
À medida que as crianças crescem, seus gostos para ficção mudam (boy reading book image by sonya etchison from Fotolia.com)

Com o sucesso de romances como Harry Potter, o mercado de ficção para crianças está em alta. Escrever histórias para alunos da sexta série — ou do ensino fundamental, como são mais conhecidos — é diferente de escrever uma ficção para jovens adultos, mas não tão simples como a ficção para crianças mais novas. Aprender quais elementos e temas devem compor uma história de ficção infanto-juvenil pode lhe dar uma ideia sobre a melhor forma de escrever uma história para alunos da sexta série.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Instruções

  1. 1

    Informe-se a respeito de seu público. Não importa o quanto se lembre de como os tempos eram quando você estava na sexta série, pesquisar sobre o seu público é importante. Se tiver filhos, passe tempo com eles e pergunte-os sobre suas visões de mundo. Se não, use a internet para pesquisar sobre as crianças do ensino fundamental de hoje. Observar os sites de canais de TV infantis pode lhe ensinar muito sobre os interesses dos alunos da sexta série.

  2. 2

    Trabalhe o seu protagonista. O seu personagem principal não deve ser apenas envolvente, mas deve ser fácil de identificar-se com as crianças da sexta série. A idade ideal para o personagem é a mesma do público-alvo ou um pouco mais velho; desta forma, seu personagem principal deve ter por volta de 11 a 13 anos, na sexta ou sétima série. A maioria das crianças na sexta série está desenvolvendo suas identidades e está mais focada internamente dos que os leitores jovens adultos. O seu protagonista precisa crescer à medida que a história se desenvolve.

  3. 3

    Encontre uma forma de colocar o seu protagonista em situações em que ele se encontre sozinho. Dizer que os pais do personagem estão ocupados ou atarefados, é uma boa maneira de fazer isso. De acordo com o site Right Writing, as crianças do ensino fundamental gostam de ler histórias nas quais as crianças de suas idades lidam com situações como adultos. Isso também se liga à ideia de elas encontrarem suas próprias identidades. Enquanto a influência dos pais enfraquece, elas olham para o mundo por conta própria e descobrem quem são.

  4. 4

    Use diálogos. Não só as partes do diálogo dividem a página e fazem-na parecer mais manejável, é uma boa maneira de transmitir pontos do enredo ao leitor do ensino fundamental. Você também pode usar os diálogos para aumentar sua profundidade de caracterização. Escute as crianças da sexta série falarem e anote os padrões de fala, os assuntos, o vocabulário e a gramática. Você precisa capturar o diálogo deles para escrever uma história plausível.

  5. 5

    Use conflitos externos que refletem ou instigam um conflito interno. Pense em um problema para o seu personagem principal enfrentar. Considere coisas que as crianças da sexta série devem experimentar. Um bullying na escola, um novo padrasto ou madrasta, ou um membro da família muito doente, tudo isso pode representar muitos problemas que poderiam causar um conflito interno para o seu personagem. Seja qual for o enredo de sua história, é importante que o protagonista tenha uma escolha pessoal para fazer, uma que basicamente afirme o tipo de pessoa que elas querem ser.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível