Mais
×

Como escrever uma homenagem a um ente querido em um livro de tributo

Atualizado em 17 abril, 2017

A palavra escrita às vezes pode expressar sensibilidade, precisão e profundidade nas coisas que não podemos dizer em nosso dia a dia. Quando perdemos um amigo ou um ente querido, muitos optam por produzir um livro em sua homenagem para compilar e compartilhar as memórias da pessoa. Livros de tributo também podem ser usados para homenagear pessoas queridas que nos inspiram e motivam. Seja qual for a razão pela qual você deseja escrever uma homenagem, você pode escrevê-la seguindo alguns passos básicos.

Instruções

Os livros de tributo preservam nossas memórias positivas de um ente querido. (Jupiterimages/BananaStock/Getty Images)

    Como fazer

  1. Anote suas lembranças mais claras e positivas sobre a pessoa. Se ela já se foi, anote-as o mais rápido possível. Nossas memórias, por vezes, podem se tornar imprecisas com a intensidade da emoção depois de perder uma pessoa querida. Escreva qualquer coisa que lhe venha à mente sem julgamento, não importa o quão pessoal ou pequena for a lembrança.

  2. Separe o que escreveu e se dê um tempo para trabalhar algumas das emoções que acompanham a sua perda. Você pode não ter muito, mas use o tempo que tiver ou precisar. Isso permitirá que você escreva com objetividade sem sair do seu processo de luto.

  3. Escolha sua lembrança favorita ou uma série delas. Se escolher mais de uma, escolha as que melhor ilustram temas como: bondade, inteligência, confiança, humor ou outras características positivas. Você também pode escolher lembranças que mostram características cativantes, não necessariamente positivas, mas que enaltecem a personalidade da pessoa como: teimosia, pretensão, vaidade ou prodigalidade. Se você resolver incluí-las, faça de maneira carinhosa, pois o conhecimento dos pontos fracos de uma pessoa soa muito mais honesto e amoroso do que ignorá-los.

  4. Considere os desejos da pessoa. Homenagens servem para as pessoas que ainda estão vivas, assim como para aquela que já se foi. Se a pessoa sentiu emoções de maneira profunda ou se expressou livremente, você pode fazer o mesmo. Mas se ela sempre foi mais conservadora em seus sentimentos, você deve fazer o mesmo. Em última análise, deve escrever algo que afirma o que você realmente sente de forma que honre a memória da pessoa.

  5. Escreva a introdução e comece com algo que faça todos lembrarem da pessoa da qual você escreve, como uma frase ou um comportamento. Escolha um assunto que o leve a várias outras lembranças. Escreva algo leve ou até mesmo uma piada que combine com a pessoa e mostre seu estilo de vida e suas memórias.

  6. Escreva sobre suas lembranças ou uma série delas. Trate esta seção como uma história que possui uma trama em que você vai construindo todo o clímax que o leva a uma conclusão. Por exemplo, se você usar uma lembrança que ilustre a bondade da pessoa, organize-a de forma crescente para um melhor entendimento da história. Comece com um momento passageiro e vá construindo até chegar no momento de maior bondade que você já testemunhou.

  7. Escreva a conclusão, que representa a "real" homenagem, aquela em que você irá reunir todas as suas ideias em uma declaração final. Você não pode colocar uma vida inteira em um parágrafo, então se concentre em escrever o que sente por este aspecto da vida da pessoa. Expresse a ideia principal de sua homenagem e como vai se lembrar dela.

  8. Releia a homenagem e revise o texto, garantindo que ele se encaixe na quantidade de palavras que você tinha estipulado.

  9. Considere o fluxo do texto enquanto o lê e relê. Esse deve estar como uma história contada de maneira que qualquer um que não conheça a pessoa possa achar interessante e entender o que faz daquela homenagem algo digno. Elimine todas as palavras ou frases que não fornecem informações essenciais sobre as suas memórias.

  10. Peça a opnião de outras pessoas. Você pode optar por consultar aquelas que não conheciam o homenageado, pois os conhecidos podem não ter um olhar mais objetivo, livre de emoções. Considere todos os comentários e só use os que você sinta que acrescentou algo ao texto.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article