Como escrever música para instrumentos de orquestra?

Escrito por brian avey | Traduzido por mirella veloso
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como escrever música para instrumentos de orquestra?
Entender a natureza dos instrumentos musicais é essencial para a boa orquestração. (concert image by jeancliclac from Fotolia.com)

Uma ótima música requere mais do que elementos técnicos como harmonia, melodia e ritmo. A música da mais alta qualidade no mundo é também inspiradora, e evoca uma resposta emocional e física. Se ouvirmos a uma sinfonia de Mahler ou uma trilha sonora de John Williams, poderemos apreciar o fato de que a arte da orquestração -- escrever música para instrumentos de orquestra -- é essencial para trazer ideias criativas musicais para a vida. Como em uma paleta de artista, os compositores e arranjadores escolhem instrumentos de uma colorida coleção. Para tornar-se perito em orquestração, é necessário ter conhecimento sobre cada instrumento, bem como um senso de como os instrumentos soam ao tocar juntos.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

    Parâmetros técnicos

  1. 1

    Escreva música que está dentro da variação prática do tom de cada instrumento. Consulte um manual de orquestração ou um site na internet que possua descrições dos instrumentos e os seus alcances. É aceitável que se escreva ocasionalmente notas mais altas do que a variação normal de um instrumento para efeitos especiais. Mas lembre-se que a sua composição irá demandar uma maior habilidade por parte do instrumentista.

  2. 2

    Escreva música que aproveite todas as técnicas de performance possíveis para cada instrumento. Por exemplo, instrumentos de corda como violinos, violas, violoncelos e baixos podem ser tocados com um arco ou com as pontas dos dedos. Os instrumentos percussivos também variam de técnicas, como o rufar contínuo dos tambores, percussão no aro e o cimbal de efeito.

    Como escrever música para instrumentos de orquestra?
    Pizzicato, o puxar das cordas, é uma técnica comum para instrumentos de corda. (cello image by Mat Hayward from Fotolia.com)
  3. 3

    Escreva solos para instrumentos que são adequados para a melodia, como a flauta, oboé, clarinete ou trompete. Com a experiência, você poderá empurrar os obstáculos para mais longe do convencional. Por exemplo, você pode escrever um solo para a tuba ou contrabaixo, como alguns compositores o fizeram.

    Como escrever música para instrumentos de orquestra?
    Trompetes são frequentemente usados para solos. (trumpet brass instrument play music image by Paul Retherford from Fotolia.com)
  4. 4

    Faça a notação da música apropriada para os instrumentos que transpõem e tocam as notas mais altas ou baixas do que o tom escrito. Os clarinetes e instrumentos de sopro, como os trompetes e trompas, são instrumentos de transposição. Saiba o intervalo correto deslocado para transpor cada instrumento.

  5. 5

    Combine instrumentos ou grupos de instrumentos que soem bem junto. Quando combinar um trompete com uma seção de violino, é preferível que se dê o solo para um trompete, o qual é mais alto, e escrevem uma parte de acompanhamento para a seção do violino, que toca mais suave. Você poderá desenvolver um senso afiado de como balancear os sons dos instrumentos ao escutar música orquestral ao vivo ou gravada e notar quais combinações de instrumentos resultam em uma música esteticamente agradável.

    Como escrever música para instrumentos de orquestra?
    Combine instrumentos cuidadosamente para alcançar a melhor sonoridade e equilíbrio musical. (the clarinetist image by Pix by Marti from Fotolia.com)

    Os atributos e usos dos instrumentos

  1. 1

    Escreva partes para instrumentos de sopro (que não os de latão) para aproveitar as suas características distintas. As flautas e oboé são instrumentos muito ágeis e especialmente feitos para passagens musicais rápidas e brilhantes. As clarinetas são versáteis, combinam bem com outros instrumentos, e podem ser usadas para solos, dobrar melodias e para acompanhamento. Os fagotes frequentemente tocam as mesmas notas que os contrabaixos ou reforçam o ritmo com notas em stacato.

    Como escrever música para instrumentos de orquestra?
    O clarinete é um exemplo de instrumento de sopro. (the clarinetist image by Pix by Marti from Fotolia.com)
  2. 2

    Escreva partes para instrumentos de sopro de latão, para aproveitar o seu intenso ruido e poder de carregar. Os trompetes são especialmente brilhantes e poderosos, mas podem também ser mudos para produzir efeitos em eco. A seção típica de instrumentos de sopro de latão em uma orquestra consiste de quatro trompas, três trompetes, três trombones e uma tuba. A técnica para a sonoridade de todos esses instrumentos é a mesma. Combine-os para produzir tons agradáveis e bem-casados.

    Como escrever música para instrumentos de orquestra?
    Instrumentos de sopro de latão são uma seção importante em bandas e orquestras. (brass band image by Arkady Chubykin from Fotolia.com)
  3. 3

    Escreva partes percussivas para avivar uma peça com energia rítmica. Tambores, tamborins, cimbais, blocos de madeira e triângulos são exemplos de instrumentos de percussão de tom indefinido. Vibrafones, xilofones, sinos e glockenspiels são exemplos de instrumentos com tom definido e que são valorados por seus atributos de percussão e de melodia. Os instrumentos de percussão, quando combinados, resultam em uma variedade de efeitos de tom e ritmo.

    Como escrever música para instrumentos de orquestra?
    Um xilofone é um instrumento de percussão com tom definido que é adequado para a melodia. (music.xylaphone.musical instrument/percussion image by L. Shat from Fotolia.com)
  4. 4

    Escreva partes para harpas, para conseguir brilhantes efeitos glissando, e efetivos acompanhamentos de arpejos de cordas. Ambos harpa e piano podem ser usados para dobrar a melodia de outro instrumento e emprestar mais brilho e destaque à composição.

    Como escrever música para instrumentos de orquestra?
    As harpas acrescentam acompanhamentos arpejados e harmônicos à música de orquestra. (play music wood string instrument harp sound image by Paul Retherford from Fotolia.com)
  5. 5

    Escreva partes para os instrumentos de cordas para aproveitar o seu amplo alcance dinâmico e capacidade expressiva. Diferentes tipos de sons resultam de técnicas como tocar com o arco, ou puxar as cordas, harmônico, abafar as cordas, ou acertar as cordas levemente com a parte de madeira do arco para produzir um efeito misterioso e baixo de percussão. Uma orquestra típica consiste de duas seções de violinos -- cada uma com suas partes, e uma seção de violas, violoncelos e contrabaixos.

    Como escrever música para instrumentos de orquestra?
    Os baixos de cordas são a base da seção de cordas da orquestra. (concert image by jeancliclac from Fotolia.com)

    O layout da partitura

  1. 1

    Marque as seções de instrumentos similares usando parênteses quando fizer a notação de uma partitura de música. Os instrumentos de sopro, de latão, cordas e percussão devem aparecer juntos na sua ordem tradicional com os parênteses para fazer a identificação de cada seção mais fácil. Veja um manual de orquestração para detalhes sobre a ordem das partes de cada instrumento em uma partitura de orquestra.

  2. 2

    Use claves padrão para cada instrumento e certifique-se de que o compasso e tom assinalados estejam corretos. As claves variam para os diferentes instrumentos da orquestra. Procure um manual de orquestração para mais detalhes sobre quais claves são usadas em uma partitura de orquestra e para informações concernentes ao instrumentos transponíveis.

  3. 3

    Use a notação apropriada e outros símbolos quando estiver escrevendo música para a orquestra. A maioria dos instrumentos usa um tipo padrão de notação em uma partitura de cinco linhas. Entretanto, instrumentos de percussão usam uma variedade de tipos de notas dependendo do instrumento e frequentemente são escritos em uma partitura de uma só linha, ao invés da mais comum de cinco linhas. A notação da percussão é a menos padronizada de todos os instrumentos da orquestra. Por isso, é recomendado se referir a um manual de orquestração e a partituras musicais de trilhas sonoras para ideias.

Dicas & Advertências

  • Três trabalhos populares que introduziram os instrumentos da orquestra são "Pedro e o Lobo" de Prokofiev, "O carnaval dos animais de Saint-Saens", e "O guia para a orquestra dos jovens" de Britten. Ao procurar na Amazon, eMusic, iTunes ou outros vendedores de música online, você poderá encontrar álbuns baratos com todas as três obras. Se estiver interessado em algo um pouco mais avançado, obtenha a partitura da orquestração de Maurice Ravel da "Gravuras em uma Exibição" de Mussorgsky, junto com uma gravação desse trabalho. Ravel não era somente um compositor famoso, mas também um habilidoso orquestrador; a sua versão de "Gravuras" é um brilhante mostruário dos instrumentos encontrados em uma moderna orquestra sinfônica.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível