Esmaltes de grife versus esmaltes de farmácia

Escrito por crystal p. smith | Traduzido por marília sousa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail

Ser "de marca" é realmente sinônimo de ser "melhor"? Confira os prós e contras

Esmaltes de grife versus esmaltes de farmácia
Quando se trata de esmaltes, os preços mais altos significam melhores produtos? (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

"Ao analisarmos um vidro de esmalte, o ponto de diferença não é necessariamente entre uma marca famosa ou não, mas qualidade profissional contra a falta dela."

— Suzi Weiss-Fischmann, vice-presidente executiva e diretora artística da OPI

Graças a orçamentos de marketing enormes e embalagens sedutoras, produtos de beleza de grifes famosas são conhecidos por serem mais luxuosos, exclusivos e de maior qualidade do que qualquer outro item que você possa comprar em qualquer lugar. Quando se trata de esmalte para unhas, entretanto, será que os R$ 20 a R$ 30 extras que você paga por uma marca cara realmente significam que você está comprando algo de qualidade superior? Meios de comunicação relacionados à beleza como a revista Allure e o site Bella Sugar frequentemente apresentam colunas sobre os melhores achados de beleza em farmácias, incluindo esmaltes. Enquanto as grifes produzem cores incríveis -- com lançamentos que dão o que falar -- em termos de qualidade, as opções das marcas de farmácia podem não ser muito vantajosas.

Vale o preço?

Esmaltes de grife versus esmaltes de farmácia
Os especialistas afirmam que esmaltes mais caros têm fórmulas mais ricas (Polka Dot Images/Polka Dot/Getty Images)

Suzi Weiss-Fischmann, vice-presidente executiva e diretora artística da companhia de esmaltes OPI, tem uma longa história com os esmaltes. Em sua opinião, esmaltes de farmácia não estão no mesmo nível que os de grife.

"O ponto de diferença não é necessariamente entre uma marca famosa ou não, mas qualidade profissional contra a falta dela.", diz. "O esmalte de qualidade profissional é geralmente mais caro porque tem alta pigmentação; essa fórmula mais rica permanecerá na unha por mais tempo. Esmaltes mais baratos usam menos pigmentos, o que resulta em cores fracas, além de descascarem mais rápido."

Para Weiss-Fischmann, tudo gira em torno da qualidade.

"Eu sempre recomendo a qualidade como principal critério de escolha", diz. "Atualmente, os esmaltes são vendidos em tantas cores que você não terá dificuldades para encontrar um de boa formulação na cor que deseja."

Os esmaltes "de grife" quase sempre são mais atraentes que os concorrentes, mais baratos. Essa associação com a indústria da moda faz com que eles "adotem ou ditem novas tendências mais rapidamente", diz Weiss-Fischmann.

Marcas "de famácia" já começaram a seguir as tendências. Eles agora produzem esmaltes similares, assim como as lojas populares transformam visuais de passarela em roupas elegantes para pessoas comuns.

Opções de preços intermediários

É muito difícil achar um esmalte que dure mais que uma semana. Mesmo que você encontre uma cor ótima custando R$ 4 o vidro, poderá ser preciso mais R$ 10 ou R$ 20 para prolongar sua vida útil. Grande parte da busca pela beleza envolve o tempo isso consome, e poucas pessoas têm tempo para fazer as unhas duas vezes em uma semana.

Claro, você pode prolongar a vida de seu esmalte com uma camada de base, uma camada de cobertura ou duas demãos de cor. No entanto, como Weiss-Fischmann disse, uma fórmula mais rica fará uma grande diferença na vivacidade da cor de suas unhas.

Marcas como OPI, Sephora e Essie podem ser a solução. Elas são de alta qualidade e produzem cores vivas e de acordo com as tendências da moda, além de terem um preço mediano.

"A maioria dos salões usam marcas conhecidas como OPI, China Glaze e Essie", disse Paula Pryor, dona da Perma-Youth LLC, na Califórnia, EUA. "Na verdade, se um salão usa um esmalte mais barato, não me torno cliente dele. Eu sou muito atenta à questão de saúde e bem-estar, então sou muito cuidadosa em relação aos produtos de beleza que escolho usar."

A maioria das farmácias e lojas fornecedoras de produtos de beleza oferecem produtos de marcas a preços medianos. Já os de grife estão disponíveis apenas em algumas lojas de departamento de luxo, como em lojas-âncora para grandes shoppings centers. Uma cor nova exibida em um artigo de revista de moda pode vender rapidamente e depois estar disponível somente online.

Qualidade profissional também refere-se ao tipo de ingredientes não incluídos em um produto. Esmaltes mais baratos podem conter componentes tóxicos, como dibutilftalato (DPB), tolueno e formaldeído. Dibutilftalato é um plastificante usado para evitar fissuras e lascas. O formaldeído, que foi descoberto ser uma substância cancerígena pela Agência Internacional de Pesquisa do Câncer, está presente em alguns endurecedores de unhas. Já o tolueno é um solvente que facilita a aplicação do produto. Nem é preciso dizer, você definitivamente não quer esses produtos químicos sendo absorvidos por seu organismo.

A presença desses aditivos tóxicos é outra razão para você não escolher simplesmente qualquer esmalte só porque é mais barato, pois existem várias marcas seguras cujos preços não vão levá-la à falência. Algumas das melhores, como Oil of Olay, La Roche Posay, e Neutrogena, podem ser encontradas em farmácias. Elas podem custar um pouco mais que as demais opções, mas o fato de algo ser mais barato nem sempre significa que você está fazendo um bom negócio.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível