Especificações do motor Dodge 318

Escrito por rob wagner | Traduzido por tiago tostes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Especificações do motor Dodge 318
Especificações do motor Dodge 318 (motor image by Petr Efremov from Fotolia.com)

O motor Dodge 318 V-8 foi produzido na Chrysler Corporation localizada em Flint, Michigan, agora conhecida como Chrysler LLC, de 1967 a 2002. O 318 não foi limitado apenas aos Dodges, mas turbinou carros Plymouth e Chrysler também. O motor foi notavelmente eficiente, durável, e provou ser o sustentáculo da Chrysler para muitos de seus veículos por décadas.

Outras pessoas estão lendo

Passado

A Chrysler foi conhecida por sua superioridade em tecnologia de motor sobre a Ford e a General Motors. A montadora produziu uma vasta variedade de motores de seis cilindros e V-8. O Slant-6 da Chrysler serviu como motor base para muitos Dodge e Plymouth de baixo custo ofertados no inicio dos anos sessenta. Em 1964, a Chrysler introduziu V-8 de 273 polegadas cúbicas. Foi designado como um motor "LA" de "lightweight" A-type (tipo A leve). Ele produzia ate 235 cavalos-vapor.

Nascimento do 318

O 318 foi introduzido em 1967, após seu cenario ter sido preparado pelo 273. O 318 foi desenvolvido para as Dodges e Plymouths menores com distância entre os eixos de 2.743 mm a 2.845 mm e posteriormente para a linha de carros maiores da Chrysler. O 318 inicialmente turbinou o Dodge Dart e Demon e o Plymouth Barracuda , Scamp e Duster. Finalmente, praticamente todos os carros da Dodge foram equipados com um 318 opcional.

Especificações

O 318 tem um calibre de 9.9 cm e 8.4 cm de curso dos êmbolos. A taxa de compressão em 1968 era um robusto 9,1:1, mas foi reduzido para 8,6:1 em 1973 em favor da economia de combustível. Era equipada com um carburador de dois venturis e gerava 230 cv a 4400 rpm e 47 kgf/m de torque.

Perdido na confusão

O 318 tinha todas as características para ser transformado em um motor de alta performance com pequenas modificações. Mas o 340 veio logo um ano depois que o 318 fez sua estreia e, em seguida, veio o 360 em 1971. O 340 e o 360 roubaram muito do potencial do 318 ja que eles proviam o tamanho perfeito e a versatilidade para modificações de alta performance. Quando o 383 apareceu mais tarde, ele usurpou o 340 e o 360 como o grandioso motor de alta performance da Chrysler por traz dos lendarios Hemi V-8s.

318 acha um nicho

Enquanto o Dodge Challenger e os Barracudas maiores de terceira geração da Plymout eram geralmente equipados com V-8 maiores, o 318 provou ser um motor perfeito para os primeiros e menores Dodge Dart e Barracuda Plymouth. O motor provia uma explosão de energia, mas não era tão desajeitado para os carros com menores chassis. Mesmo o modesto Plymouth Valiant, Volare e Aspen receberam o 318. Foi também o motor de escolha para viaturas policiais, como as Dodge Diplomat e Plymouth Gran Fury.

Best Seller

Embora os V-8 340, 360 e o 383 receberam toda a atenção, o 318 provou ser o V-8 mais vendido da Chrysler. Foi parcialmente por manter o carburador de dois venturis que permitia a mensuração da eficiencia do combustivel. Bem cuidado, o 318 podia alcançar 6,8 kilômetros por litro.

Magnum 318

A Chrysler introduziu o Magnum 318 em 1992 que veio com um novo bloco e cabeçote. O Magnum destacou cabeçotes de alto fluxo para melhor influxo. O Magnum, que foi usado em caminhoes da Dodge, foi um motor mais bem projetado e eficiente. Mas, em 2002, o 318 caiu em favor do 360 que permaneceu como o único motor te alto desempenho para caminhonetes da Dodge.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível