O que esperar depois que meu cachorro fez uma cirurgia na hérnia de disco

Escrito por alexis writing | Traduzido por mayra chibante
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que esperar depois que meu cachorro fez uma cirurgia na hérnia de disco
Esqueleto canino (Digital Vision./Digital Vision/Getty Images)

Uma hérnia de disco pode ser uma condição bem dolorosa em humanos e cachorros. Nestes, a situação é um pouco mais complicada, por conta das diferenças de alinhamento dos ossos vertebrais. É frequentemente uma causa de deficiências, incluindo dores nas costas, e pode levar à paralisia. Uma hérnia de disco pode ocorrer devido a um ferimento (que em certos casos está relacionada a um disco deslocado, apesar de que o disco não se desloca) ou uma degeneração gradual dos ossos. A camada fibrosa na parte externa da vértebra quebra-se, fazendo com que a substância interna com consistência de gel mova-se para cima e comprima o disco da coluna vertebral, causando muita dor.

Outras pessoas estão lendo

O pós-cirúrgico

O cuidado pós-operatório para o seu animal deve ser uma mistura equilibrada de medicamentos, exercícios e outros tipos de cuidado, como descanso, cuidado preventivo pós-cirúrgico e exames periódicos. Seu cão será capaz de ir para casa em poucos dias depois da cirurgia, e seu veterinário o alertará sobre todos os passos que você deve realizar, de forma a garantir uma recuperação adequada para seu animal.

O cuidado em casa

O primeiro aspecto importante do cuidado pós-operatório é certificar-se de que seu cão ficará sedado. Isso consiste em analgésicos, esteroides e relaxantes musculares. É importante manter a rotina que o veterinário recomendar. Seu cão deve ser mantido em repouso absoluto por um mês depois da operação. O único movimento permitido é a saída para as necessidades. Se necessário, você pode colocá-lo no canil, garantindo que ele não se mova excessivamente. Fisioterapia passiva e ativa deve ser realizada. O tipo passivo consiste em alongamentos das articulações dos membros posteriores 20 vezes, de três a quatro vezes por dia. A fisioterapia ativa envolve ajudar o animal a ficar em sua posição normal, conforme o tempo.

Existe uma correlação entre a paralisia da hérnia de disco e a bexiga. Normalmente, em alguns casos, há perda do controle da bexiga. Quando as pernas posteriores voltam ao normal, essa função melhora automaticamente.

Você também precisa prestar atenção nas infecções. Alguns sinais incluem vermelhidão, inchaço e pus no local da cirurgia. Dores provindas do colchão devem ser prevenidas. Isso pode ser resolvido usando uma cama mais macia e virando o animal frequentemente. Finalmente, é importante levar o cão ao cirurgião, pelo menos, uma vez a cada duas semanas depois da cirurgia, por alguns meses. Todos esses passos garantem que ele poderá andar novamente sem dor.

Fortalecendo os ossos

O uso de algumas substâncias que são conhecidas para prevenir a ocorrência de uma hérnia de disco no futuro podem ser úteis no momento pós-cirúrgico. Duas delas, particularmente, são boas: a glucosamina e a condroitina. Essas são substâncias naturais que agem como "tijolos" nos ossos e estão disponíveis na forma de suplementos. Elas são de fácil administração e são excelentes meios para se reconstruir os ossos. Elas são especialmente úteis em uma prevenção a longo prazo, em cães adultos e jovens.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível