A trajetória do diretor Fernando Meirelles

Escrito por pedro santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A trajetória do diretor Fernando Meirelles
Fernando Meirelles é um dos cineastas mais importantes da atual cinematografia brasileira (Ian Gavan/Getty Images Entertainment/Getty Images)

Um dos cineastas brasileiros mais prestigiados da atualidade, Fernando Meirelles conquistou a atenção do mundo ao dirigir e produzir o sucesso brasileiro "Cidade de Deus" (2002). O filme foi indicado ao Oscar em quatro categorias, incluindo Melhor Direção. Foi só o começo de uma carreira de sucessos sólidos e constantes, reconhecidos tanto pelo público quanto pela crítica. Após o primeiro filme feito em língua inglesa, "O Jardineiro Fiel" (2005), o cineasta dirigiu "Ensaio sobre a Cegueira" (2008), baseado no romance homônimo do escritor português José Saramago. Conheça a carreira desse que é um do diretores mais importantes do cinema brasileiro.

Outras pessoas estão lendo

Os primeiros anos da Olhar Eletrônico

Formado em Arquitetura, Fernando Meirelles decidiu enveredar pelo audiovisual logo no trabalho de graduação da faculdade. Diferente dos projetos de arquitetura escolhidos pelos estudantes, Meirelles decidiu fazer um filme. Depois, ele se juntou com alguns amigos para fundar a produtora experimental Olhar Eletrônico. "Ninguém estava ali pra brincar. Nós queríamos transformar a televisão", diz o cineasta. A empresa passou a produzir um programa que ficou muito famoso por misturar jornalismo e humor. "Ernesto Varela, o Repórter" acompanha um repórter, vivido pelo apresentador Marcelo Tas, e suas aventuras pelo Brasil. Fernando Meirelles era o câmera, chamado de Valdeci.

A trajetória do diretor Fernando Meirelles
Meirelles começou com filmes experimentais na produtora Olhar Eletrônico (Gareth Cattermole/Getty Images Entertainment/Getty Images)

De Rá-Tim-Bum à O2 Filmes

Ainda com a equipe criativa da Olhar Eletrônico, Fernando Meirelles passou a dirigir Rá-Tim-Bum, um dos programas infantis de maior sucesso da TV Brasileira. O programa da TV Cultura apostava em esquetes divertidos e inteligentes para chamar a atenção das crianças. "Era como vários canais em um mesmo programa". No começo da década de 1990, o grupo desfez a Olhar Eletrônico para fundar a O2 Filmes, uma produtora inicialmente mais voltada para a produção de comerciais. Além de filmes publicitários, ela passou a investir em longas-metragens, séries de TV e filmes institucionais. Hoje, a O2 Filmes se estabeleceu como uma das principais produtoras independentes do Brasil.

A trajetória do diretor Fernando Meirelles
Com a O2 Filmes, Meirelles se estabeleceu como um dos principais produtores de comerciais do País (Andrew H. Walker/Getty Images Entertainment/Getty Images)

Estreia na direção

Depois de dirigir três curtas-metragens, Fernando Meirelles foi convidado para dirigir o filme "Menino Maluquinho 2 - A Aventura", baseado no sucesso infantojuvenil de Ziraldo. Em 1997, após ler o livro "Cidade de Deus", de Paulo Lins, ele decidiu que adaptaria a história para o cinema. Para isso, contratou o roteirista Bráulio Mantovani. Como preparação para dirigir "Cidade de Deus", Meirelles comandou "Domésticas, O Filme" (2001) , que mistura histórias divertidas de cinco empregadas domésticas com seus sonhos, medos e esperanças. Ao mesmo tempo, ele tentava encontrar financiadores para "Cidade de Deus", uma tarefa nada fácil dada a violência da história.

A trajetória do diretor Fernando Meirelles
O diretor se preparou para "Cidade de Deus" dirigindo "Domésticas, O Filme" (Ian Gavan/Getty Images Entertainment/Getty Images)

O sucesso de "Cidade de Deus"

Para fazer a história virar realidade, Fernando Meirelles decidiu financiar, do próprio bolso, grande parte do orçamento de "Cidade de Deus". O diretor decidiu que o filme teria mais vida se fosse estrelado principalmente por não atores. Ao lado da diretora de elenco Kátia Lund, Meirelles foi buscar candidatos a atores na favela Cidade de Deus. O filme estreou oficialmente no Festival de Cannes, mas mesmo fora de competição gerou um turbilhão de críticas positivas e empresas interessadas em distribuí-lo internacionalmente. No ano seguinte, "Cidade de Deus" foi indicado ao Oscar nas categorias Melhor Diretor (Fernando Meirelles), Melhor Edição de Longa-metragem (Daniel Rezende), Melhor Fotografia (César Charlone) e Melhor Roteiro Adaptado (Bráulio Mantovani).

A trajetória do diretor Fernando Meirelles
Para filmar "Cidade de Deus", Meirelles decidiu usar a favela de mesmo nome como locação (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

"O Jardineiro Fiel"

O sucesso absoluto de "Cidade de Deus" alavancou a carreira internacional de Fernando Meirelles. Em 2005, ele dirigiu o filme "O Jardineiro Fiel", baseado no livro do escritor britânico John le Carré. Estrelando Ralph Fiennes e Rachel Weisz, "O Jardineiro Fiel" alcançou sucesso nas bilheterias de todo o mundo. O filme foi indicado a quatro Oscars e venceu um, de Melhor Atriz Coadjuvante, com Rachel Weisz. A maior parte da história se passa no Quênia e acompanha as tentativas do diplomata inglês interpretado por Fiennes de encontrar respostas para o assassinato de sua esposa (Weisz).

A trajetória do diretor Fernando Meirelles
Dirigida por Meirelles em "O Jardineiro Fiel", a atriz Rachel Weisz ganhou o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante (Ian Gavan/Getty Images Entertainment/Getty Images)

Consolidação da carreira

"Ensaio Sobre a Cegueira" (2008) é talvez a produção mais ousada de Fernando Meirelles. Baseado no livro do escritor português José Saramago, a história se passa em uma cidade na qual a população é acometida por uma epidemia de cegueira. Ele retornou à batuta no cinema em 2011, com "360: A Vida É um Círculo Perfeito". O filme conta com um elenco de estrelas: Julianne Moore, além de Anthony Hopkins, Jude Law e Rachel Weisz. O roteiro conta histórias de amor de pessoas em diversos países. O novo projeto do diretor, "Nemesis", vem causando polêmica nos Estados Unidos. Por lá, os Kennedy estão fazendo lobby para que o filme não seja produzido. Tudo porque o roteiro, baseado no livro homônimo de Peter Evans, retrata a família de forma crítica e contundente.

A trajetória do diretor Fernando Meirelles
A consolidação definitiva na carreira veio com "Ensaio sobre a Cegueira", baseado na obra do escritor português José Saramago (Carlos Alvarez/Getty Images Entertainment/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível